Bon Jovi e Richie Sambora em 2006
Foto via Wikimedia Commons
 

Em 2013, trinta anos após fazer parte do Bon Jovi, o icônico guitarrista Richie Sambora deixou a banda, e muito se falou a respeito de como foi essa saída e se ela teria deixado algum tipo de mágoa entre as partes.

Hoje mais cedo o grupo foi anunciado como um dos que estarão na Turma de 2018 do Hall da Fama do Rock And Roll, e a Billboard conversou com Jon Bon Jovi a respeito da indicação e suas implicações.

Segundo o músico, havia um grande peso nas costas da banda que já havia sido indicada em 2011 e não havia entrado para o seleto grupo, e estar lá principalmente após ser o nome mais votado pelo público com quase 1 milhão e 200 mil votos, é gratificante.

Quando questionado sobre Sambora e Alec John Such, ex-baixista, ele falou:

Sabe, eu sempre imaginei o convite a Al porque ele acreditou em mim quando eu tinha apenas ‘Runaway’ nas rádios em 1983 e formei essa coisa. Eu pedi aos caras para que me ajudassem por duas semanas para que eu continuasse construindo meu nome e usasse o sucesso de ‘Runaway’. Alec disse ‘é claro’, e foi ele quem me apresentou a Richie e a Tico Torres. Então eu sempre imaginei que faria esse convite a ele, e é claro que farei.

E com Richie, a mesma coisa. O mesmo convite será feito a ele. Eu aprecio tudo que ele fez. Ele foi meu braço direito por muito tempo, então nunca houve nada de errado, assim como falei pra todo mundo. Ele só não aparecia mais. Seguimos em frente, mas ele esteve comigo por três décadas e deveria estar lá para celebrar o momento. Então ele será convidado a se juntar ao resto da banda para as festividades.

Perguntado se isso inclui também o show que toda banda faz quando entra no Hall da Fama, Jon cravou:

Sim, sim, sim. Ele definitivamente está convidado a tocar com Phil X, Hugh McDonald e Alex. Eu acho que é uma celebração. Não é a turnê; é uma noite única e todo mundo deveria aparecer com um sorriso no rosto para cantar as músicas.

Richie Sambora deixou a banda há quatro anos e após vários rumores sobre como ele teria brigado com o líder do Bon Jovi, ambos negaram que isso fosse verdade. O guitarrista chegou a dizer que ainda enxerga a possibilidade de um retorno.

 
Nosso site utiliza de cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Consulte nossa Política.
 
Compartilhar