goldenloki
 

O goldenloki leva a sério a sua definição de rock brisa e aposta nas sensações em seu segundo álbum, Largado na Existência. O projeto ganha novos contornos e se torna um álbum visual, que você confere com exclusividade aqui no TMDQA!. O lançamento é uma parceria dos selos Cavaca Records (SP) e Valente Records (RJ).

A gravação foi feita pela própria banda no estúdio Mameloki e vem após o disco de estreia, muda, lançado no ano passado. Nesse meio tempo, a banda circulou por Minas e São Paulo em turnê, trazendo uma nova bagagem para o segundo trabalho.

Com Largado na Existência, Otto Dardenne (voz/guitarra), Yann Dardenne (baixo), Thales Castanheira (guitarra), Leo Arruda (bateria) e Christiano Tavares Kuntz(guitarra) abordam questões como o estado de inércia da sociedade e a divisão entre instintos pessoais e pressões de grupo. Um verdadeiro paradoxo, entre o ser dono de si e parte do todo – tão existencial quanto o título sugere.

Embora as canções tenham surgido ainda em 2015, foi após o lançamento de muda que o goldenloki focou nessas composições, que viriam a se tornar o novo disco. O quinteto se isolou da nóia urbana por 20 dias em uma fazenda, sem internet ou telefone celular e com um Nintendo 64, seus instrumentos e um gravador.

O resultado é um álbum que explora a autoanálise ao mesmo tempo em que usa conceitos de repetições e liberdade musical para criar as canções. Elas também são embebidas em autocrítica, em especial à geração que vive aguardando uma notificação na tela do celular. A inspiração do kraut se une ao garage e ao lo-fi. Não por acaso, o clima VHS e retrô dá o tom dos vídeos – tanto do álbum visual, quanto do clipe para o single “Instinto Animal”.

Confira o álbum abaixo:

 
Nosso site utiliza de cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Consulte nossa Política.