Tony Iommi no Loudwire Awards
Foto: Reprodução / YouTube
 

Em 2012 um dos guitarristas mais importantes da história, Tony Iommi, foi diagnosticado com linfoma.

O inventor de riffs icônicos com o Black Sabbath passou a fazer uma série de tratamentos e em 2016 anunciou que o câncer estava em remissão.

De lá pra cá a banda fez a última turnê da história e isso tem muito a ver com a saúde de Tony, já que o próprio disse inúmeras vezes que o pior problema envolvendo o tratamento é ter que estar em casa em intervalos de poucos meses para cuidados médicos, e isso fazia com que a logística ficasse não apenas complicada, como desgastante.

Aos 69 anos de idade, Iommi ganhou um prêmio da Loudwire chamado Courage Award por lutar contra o câncer enquanto divertia pessoas no mundo todo, e nos bastidores da premiação ele conversou com o veículo, sendo bastante sincero a respeito da doença e dizendo que há grandes chances dela voltar:

Sempre ficou difícil viajar desde que eu recebi o diagnóstico. Eu tenho que tomar cuidado. Eu adoro fazer shows e cair na estrada, adoro estar na banda, adoro tocar para os fãs, mas tem o outro lado – você só pode fazer o que pode fazer.

Para mim essa doença jamais irá sumir, sempre estará lá. De acordo com o meu oncologista, ela provavelmente irá voltar. É meio difícil pensar, ‘Oh, que coisa boa então.’ Todo dia é uma vitória, de verdade. Veremos. Eu espero que não volte, mas não dá pra saber.

Você pode ver a entrevista, onde o repórter relembra que foram incríveis 167 shows desde a reunião e o diagnóstico da doença, logo abaixo.

Ao final do vídeo, quando perguntado sobre seu riff favorito, ele diz que tem vários deles como os de “Iron Man”, “Into The Void” e “Sweet Leaf”.

 
Nosso site utiliza de cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Consulte nossa Política.
 
FonteLoudwire
Compartilhar