Fleeting Circus - Restless Noise
 

Inaugurando uma nova etapa para a Fleeting Circus, o disco Restless Noise simboliza continuidade, persistência e, após anos de estrada, a permanência no caminho construído pelos trabalhos anteriores se tornou ainda mais necessária. Com produção de Patrick Laplan (Eskimo, Rodox, Planar), que também contribuiu nas baquetas, o desafio de prosseguir com o processo de gravação após a saída de um integrante se tornou motor para alcançar o patamar que a banda buscava.

Essas mudanças, individuais e coletivas, na maneira de interagir entre si, escutar e tocar, refletem na sonoridade do disco. Muito mais do que amadurecidos, os músicos dão destaque às composições curtas e objetivas, que focam na voz de Taynã Frota e nas letras. A impressionante arte da capa é de autoria do artista plástico Guilherme Moraes, que também desenvolveu a capa do EP de estreia da Fleeting.

Considerada pelo Spotify, no início do ano, uma das apostas para 2017, a Fleeting Circus mostra uma nova sonoridade nos últimos lançamentos, provando que o som do grupo segue amadurecendo desde o disco de estreia, Dream World of Magic, de 2011, e do homônimo álbum de 2015. A Fleeting Circus é Taynã Frota (voz), Felipe Vianna (guitarra), Rodrigo Seven (guitarras) e Lucas Faria (baixo).

Ouça o álbum:

   
Nosso site utiliza de cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Consulte nossa Política.