Glastonbury
Foto: Wikimedia Commons
   

A organização do Glastonbury acaba de confirmar as próximas datas do festival.

Como já havia sido anunciado antes, o evento irá tirar uma pausa em 2018 para retornar apenas em 2019, entre os dias 26 e 30 de Junho. Embora o hiato seja extenso, os organizadores afirmaram que é necessário “dar um tempo” para a fazenda que abriga a festa se recuperar — e, de quebra, explorar novas ideias para as próximas edições.

No entanto, quando a última edição do festival passou, o organizador Michael Eavis havia dito que já estava se arrependendo da decisão, e que iria mudar de ideia caso “certa banda” resolvesse se reunir para o ano que vem.

Enquanto isso, a filha de Michael e co-organizadora do Glastonbury Emily Eavis entrou em detalhes para a NME sobre as “mudanças radicais” planejadas para 2019.

“Bom, os anos de folga na verdade são geralmente bem ocupados”, disse Emily. “Nós passamos muito tempo olhando para tudo e fazendo esses grandes projetos de longo prazo. Olhamos ingressos, passes e coisas do tipo. Existe muito trabalho a ser feito, mas é triste pensar sobre isso no momento, por que é um festival incrível. Eu não consigo me lembrar de outro como esse.”

Quando pensamos sobre tirar um ano de folga, nós pensamos ‘Oh, que pena’ — mas eu acho que a fazenda precisa disso, a vila precisa disso e nós voltaremos com novas ideias também.

Eu tinha essa ideia sobre o que nós poderíamos fazer [no evento] que seria bem radical, e pensei ‘isso seria muito massa’. Não é o tipo de coisa que daria pra fazer em um ano, mas com dois anos nós temos um tempo a mais.

Esse ano, o Glastonbury contou com atrações como Radiohead, Foo Fighters, Ed Sheeran, Biffy Clyro, The xx, Katy Perry e muitos outros.

 
 
Compartilhar