Primeiro músico de sua família, Kadu Magalhães é um desbravador por natureza.

Prestes a mudar-se para Portugal, ele busca reencontrar-se com suas raízes familiares e descobrir a música brasileira de outra forma. Essas experiências podem ser observadas em seu EP de estreia, Retorno. Muito mais do que um olhar sobre as suas vivências na casa dos avós, as alegrias da infância e sobre o amadurecimento, as canções do trabalho também podem ser entendidas como uma despedida da sua pátria-mãe.

O cantor e compositor natural de Teresópolis, na Região Serrana do RJ, dá um grande passo em sua carreira ao investir em uma trajetória solo ainda mais de um modo tão pessoal. O EP Retorno é uma metáfora para a revisitação proporcionada pela composição das músicas, que trazem memórias da infância vivida no sítio dos avós (“Em outros tempos”) e projeta o futuro sobre o presente (“Casa Vazia”).

“Lá não tinha luz elétrica, mas tinha tudo o que eu precisava para ser feliz: bicho, fruta, mato, lago, rio, contato com a terra. O fato de eu me mudar para Portugal também é um retorno. Uma parte da minha família é portuguesa, sempre fui apaixonado pelo país mesmo sem ter colocado os pés lá. Então, de forma inconsciente, retornei a vários lugares de forma que essa viagem guiou o meu trabalho”, explica Kadu.

As 6 faixas do EP de estreia de Kadu Magalhães trazem uma pegada pop com pitadas de MPB. A produção é de Julio Alecrim (Arquitetura Musical), que também ficou responsável pelos arranjos, ukulele, guitarras e violões. O EP “Retorno” é um lançamento Sagitta Records.