Anavitória no Rio de Janeiro
foto: Camilly Andrade
 

Fotos por Camilly Andrade

Na noite do último sábado (12), o duo Anavitória retornou ao Circo Voador, na Lapa, no Rio de Janeiro, para mais uma apresentação histórica na carreira da dupla, com ingressos novamente esgotados. O show, que teve transmissão ao vivo do Canal Bis, começou quase pontualmente, às 22h33, quando Ana Caetano e Vitória Falcão surgiram no palco, causando histeria na plateia. As meninas de Tocantins, apadrinhadas por ninguém menos que Tiago Iorc, logo entoaram os bonitos versos de “Coração Carnaval”, para depois emendar em “Meu Dengo”, ambas canções do primeiro (e até agora único) álbum de Anavitória, autointitulado.

Com a casa lotada e fãs bastante dedicados, a dupla pediu um ensaio de palmas antes de “Trevo (Tu)” e fez o primeiro contato com o público depois de “Cor de Marte”. “Rio, tudo lindo com vocês?”, perguntou Ana, incitando muitos gritos e aplausos. “A noite é muito especial porque em casa todo mundo está assistindo também”, completou. “Estão todos muito entregues aqui em cima. Vamos cantar juntos”, disse Vitória. A apresentação continuou com a bela “Singular” e na sequência veio “Amor 2 em 1”, quando os músicos que acompanham o duo deixaram o palco.

Logo depois, sob luzes apagadas, era hora da emocionante interpretação de “Tocando em Frente”, cover da famosa canção composta por Almir Sater e Renato Teixeira. Antes de “Barquinho de Papel”, Vitória explicou que a letra é um poema escrito por Lucas Veiga e que posteriormente Ana o transformou em música. Durante a execução da faixa, os fãs levantaram barquinhos de papel, surpreendendo as cantoras. Em “Fica”, a banda retornou as suas posições e a plateia jogou margaridas no palco.

Após “Talvez a Deus”, Ana e Vitória apresentaram os músicos Leomaristi Alexandre (baixo), Jefferson Pina (violão) e Rodrigo Osky (bateria) para a plateia. Todos puderam demonstrar um pouco do que sabem no comando de seus instrumentos e foram recompensados com as palmas calorosas do público. A apresentação de Anavitória seguiu com a contagiante “Cores” e os fãs mais uma vez se manifestaram, dessa vez arremessando papel picado para o alto. Como resultado, Vitória não segurou sua empolgação. “Rio, vocês são foda”, disse ela, recebendo de volta uma enxurrada de aplausos.

Logo mais, antes de “Nós”, a moça das (lindas) madeixas ruivas e encaracoladas pediu aos fãs para que acendessem as luzes dos smartphones para iluminar o Circo Voador durante a canção. Em seguida veio “Agora Eu Quero Ir”, para fechar a apresentação às 23h35, enquanto o público distribuía bolas pretas e brancas. Alguns minutos depois, Ana (sem o violão) e Vitória voltaram para o bis com o cover de “Dê um Rolê”, dos Novos Baianos, encerrando o curto show (1h10) de forma vibrante e com gostinho de “quero mais”, diante dos balões vermelhos em formato de coração soltados pela plateia.

Se o duo, na reta final do setlist, classificou as duas apresentações realizadas no Circo Voador como os “Highlights” de sua breve e promissora trajetória, em contrapartida o público carioca provou a todo momento sua devoção por Ana e Vitória. Eis aqui um caso de amor, definitivamente.

1. “Coração Carnaval”
2. “Dengo”
3. “Chamego Meu”
4. “Trevo (Tu)”
5. “Cor de Marte”
6. “Singular”
7. “Tocando em Frente” (cover de Almir Sater)
8. “Amor 2 em 1”
9. “Barquinho de Papel”
10. “Fica”
11. “Tua”
12. “Talvez a Deus”
13. “Cores”
14. “Nós”
15. “Agora Eu Quero Ir”

Bis:

16- “Dê um Rolê” (cover de Novos Baianos)