Metallica - ...And Justice For All
 

Em 1988 o Metallica lançou o seu quarto disco de estúdio, …And Justice for All, o primeiro com o baixista Jason Newsted, que substituiu o saudoso Cliff Burton, morto em 1986.

No álbum fica evidente que a banda “escondeu” os baixos por algum motivo e quase 30 anos depois, o produtor Flemming Rasmussen conversou com o Alphabetallica e tentou explicar os motivos, dizendo que a performance de Newsted foi fenomenal:

O que aconteceu foi que Steve Thompson e Mike Barbiero fizeram uma mix que achavam que soava muito, muito bem, e tinha bastante baixo nela.

E as partes de baixo em …And Justice For All eram fantásticas. Jason toca muito bem. Ele provavelmente tentou provar o seu valor, mostrar que estava no mesmo nível de Cliff, o que na minha opinião era verdade.

É um estilo diferente, mas ele é um baixista tão bom quanto Cliff, apenas de forma diferente. E eu ouvi as partes de baixo do disco e elas eram maravilhosas. Elas soam bem, ele toca bem. Mas aí eles ouviram a mix e falaram, ‘Ok, pode baixar o volume do baixo, mude isso e isso e isso, e aí pode baixar o volume do baixo.’ Por causa disso você mal pode ouvi-lo. E aí deposi disso eles ainda disseram, ‘Pode baixar mais 3dB’.

Por que eles fizeram isso – não tenho ideia! Talvez eles ainda estivessem de luto por conta do Cliff. Não faço ideia. Mas imagine a minha surpresa quando eu ouvi o álbum. Eu fiquei tipo, ‘Mas o que… O que?!’ Isso foi muito criticado quando o disco saiu, e as pessoas ficaram mais ou menos impactadas por causa do som seco. Ele é BANG, bem na tua cara.

…And Justice For All foi provavelmente o disco nos últimos 30 anos que teve a maior influência em termos de som para toda uma geração de bandas de hardcore metal. Todos queriam soar como …And Justice For All.

LEIA TAMBÉM: Aos 92 anos de idade, pai de Cliff Burton ainda vai a shows do Metallica