Ana Muller
 

Após alcançar os seus primeiros dois milhões de audições nas plataformas de streaming apenas com seu EP de estreia, a capixaba Ana Muller acaba de lançar a coletânea “2012-2016″ . Todas as canções inclusas já faziam parte de seus shows e podiam ser ouvidas apenas no YouTube e no Soundcloud, as primeiras plataformas usadas pela cantora para se divulgar. Juntas, as dez faixas selecionadas já ultrapassaram 13 milhões de audições.

A nova edição e masterização foi assinada por Rodrigo Miguez no Estúdio Mira, no Rio de Janeiro, respeitando as limitações das gravações caseiras em equipamentos rudimentares. Ainda para esse ano, Ana promete continuar a turnê de divulgação do EP. Os shows já passaram por 16 estados e devem chegar no interior do país e em capitais ainda não visitadas no primeiro semestre do ano.

Conversamos brevemente com a Ana sobre o novo lançamento e os projetos futuros.

TMDQA: Como foram escolhidas as faixas para entrarem nessa coletânea?

Ana Muller: Os fãs sempre pediam pelas canções nas plataformas de streaming. Essa coletânea é um presente a eles por todo o suporte e apoio nos shows, na internet e na vida. Essas são as canções mais vistas na internet, mais pedidas em shows e que melhor mostram o meu trabalho pré-EP.

TMDQA: Essas faixas são revisitadas por você sempre no palco. Como foi retrabalhar elas para esse novo lançamento?

Ana Muller: Eu só trabalho com pessoas que confio e tenho alguma aproximação. Uma deles é o Rodrigo Miguez, do estúdio Mira, meu técnico de som nos shows e o responsável por pegar as canções originais do YouTube e dar novos cortes e uma masterização para que elas tivessem um formato mais próximo a uma coletânea. Ele fez um trabalho maravilhoso e agora todos podem ouvir os mesmos registros, mas como uma qualidade mais apurada.

TMDQA: O que você sente que mais mudou da Ana dessas gravações para a artista de hoje?

Ana Muller: Eu tive depressão durante mais da metade da minha vida. Vivi muitas coisas de forma retraída e momentos da vida onde tinha uma outra percepção sobre as pessoas e mim mesma. Hoje ainda estou aprendendo e aproveitando tudo de uma outra maneira, crescendo e vivendo, sem esquecer que essas músicas ainda são parte de mim e da minha história, para sempre.

TMDQA: Quais são os planos futuros? Além do clipe anunciado, já tem algo que pode ser adiantado?

Ana Muller: Bem, vem clipe em breve, loja oficial, mais turnê pelo país com banda e acústico, em festivais, interiores e locais que nunca fui; algumas coisas inéditas e ano que vem talvez um álbum completo. As coisas tem se desenhado muito rápido e quero ter sempre algo legal para motivar a mim e aos meus fãs.

TMDQA: E só pra fechar: você também tem mais discos que amigos?

Ana Muller: Olha, posso dizer que tenho mais músicas do que amigos e quero mostrar elas para todo mundo!

 
 
Compartilhar