Em 2002 a banda Box Car Racer lançou seu primeiro e único disco, homônimo, e após alguns shows para divulgá-lo, nunca mais se movimentou.

O grupo era liderado por Tom DeLonge, que resolveu lançar o projeto para se afastar de forma então temporária do Blink-182, e ele chamou o baterista Travis Barker para a empreitada.

Pois bem, agora longe do Blink de forma definitiva, Tom já vinha falando sobre como o Box Car Racer poderia se reunir, e há alguns dias revelou que “conversou de forma séria” com Travis, e agora veio outra declaração bem contundente.

Em entrevista para a Billboard, o guitarrista e vocalista da banda deu a entender que o aniversário de 15 anos do grupo pode ser interessante para os fãs:

Bem, eu não vou entregar nenhum segredo, mas Travis e eu conversamos toda hora. Sempre conversamos sobre o Box Car Racer; falamos a respeito há muito tempo. Acabamos de relançar o vinil e recebemos ofertas para reunir a banda. Não sei se foi tipo o Coachella, mas volta e meia recebemos propostas. É algo que nunca morreu em nosso imaginário e é algo que gostaríamos de fazer. Se iremos aparecer com um grande anúncio ou estamos prontos para dizer, ‘Hey, isso vai acontecer,’ eu não sei de nenhum detalhe. Mas eu acho que a nossa paixão pelo que fizemos vive de forma sólida. Nós conversamos sobre isso e nós queremos fazer algo mas não temos desejo de falar sobre detalhes porque há muita coisa acontecendo na minha vida agora, bem como na vida do Travis. O Blink está muito bem agora e todo mundo está bem, ao contrário do que a opinião pública diz (risos). Eu tenho a melhor situação de todos os tempos, onde a banda pode continuar e fazer o que quiser. E eu estou fazendo grandes filmes e trabalhando com pessoas do governo, então é algo grandioso.

Não é novidade que Tom DeLonge diz estar trabalhando com “pessoas importantes” do governo em assuntos ligados à vida extraterrestre.

Recentemente, inclusive, ele ganhou um prêmio por sua atividade relacionada aos assuntos do espaço.

 
Compartilhar