Mad Season
 

Mike McCready é um nome bastante influente no rock and roll e no grunge de Seattle, mais especificamente.

O cara que tem no Pearl Jam seu trabalho mais conhecido, também se envolveu com outros projetos como Temple Of The Dog e Mad Season, supergrupo que contava com o saudoso Layne Staley, do Alice In Chains nos vocais, composições de letras e até mesmo na parte gráfica.

Em uma nova entrevista, transcrita pelo site Alternative Nation, ele conta sobre como surgiu a ideia de formar o grupo e qual era a sua principal motivação para fazê-lo:

O nome do Mad Season surgiu quando estávamos mixando o primeiro disco do Pearl Jam em Surrey, na Inglaterra. As pessoas que trabalhavam no estúdio disseram ‘Ah, deve ser a temporada maluca’. Essa é a época em que todos os cogumelos alucinógenos aparecem em Surrey, na Inglaterra. Aí eu pensei ‘Vou guardar esse nome [mad season] para alguma coisa no futuro.’

Alguns anos depois, quando eu fiquei sóbrio no início dos anos 90, ou pelo menos estava tentando, voltei e pensei ‘Oh, tudo é novidade!’ Todo esse lance. ‘Vou ajudar todo mundo que eu conheço!’ Sabe, fui super inocente, mas a ideia por trás do projeto era essa. Eu pensei, hey, vou ajudar o Layne a sair dessa, ou meu amigo Baker [John Baker Sounds, baterista] que eu acabei de conhecer. Eu sempre quis tocar com o Barrett, não que ele fizesse parte disso, mas ele tocava com o Screaming Trees e era um baterista maravilhoso. Então foi assim que tudo surgiu.

Eu perguntei, ‘Layne, você quer compor algumas músicas junto?’ E ele respondeu que sim, então tudo aconteceu rapidamente e, de forma muito orgânica, gravamos músicas, um clipe e de repente tudo desmoronou, e infelizmente esses caras [Layne e Baker] morreram. Mas eu tenho muito orgulho disso, esse disco é muito importante para mim quanto ao aprendizado de como compor novas canções, amar e sentir falta desses caras.

Mad Season

Mad Season - Above

O único disco de estúdio lançado pela banda é Above, de 1995.

O álbum foi responsável por hits como “River of Deceit”, tornou-se um clássico dos anos 90 e chegou ao status de disco de ouro nos Estados Unidos. Quem fez a arte de capa do álbum foi o próprio Layne Staley.

LEIA TAMBÉM: A triste história do casamento de Layne Staley que nunca aconteceu