Rihanna lidera indicações ao Brit Awards; veja lista completa
Foto: Reprodução/YouTube
 

É claro que a classe artística não vai ficar parada.

Depois do Green Day e do Queens of The Stone Age, a cantora Rihanna apareceu nas redes sociais com uma crítica pesada a Donald Trump.

Tudo porque o novo presidente americano decidiu barrar a entrada de pessoas do Iraque, Síria, Irã, Líbia, Somália, Sudão e Iêmen nos Estados Unidos.

Via Twitter, Rihanna, que nasceu em Barbados, se disse “enojada”:

Enojada! Essa notícia é devastadora! A América está sendo destruída diante dos nossos olhos! Você tem que ser um porco imoral pra implementar uma m* dessas!

O post gerou reações daquela moça incrível, a Azealia Banks. A mesma que entrou em conflito com brasileiros nas redes sociais, recentemente e disse “não saber que existia Internet na favela.” Além de escrever mensagens ofensivas a Rihanna, a rapper postou um print com o número de telefone dela. A foto foi apagada em seguida.

Arcade Fire e Deadmau5

Os canadenses Deadmau5, um dos maiores produtores musicais do mundo, e Win Butler, vocalista do Arcade Fire, também escreveram no Twitter a respeito da resolução de Trump:

Ótimo. Trump banindo imigrantes. Melhor ele mandar a Melania embora também.

O pai de Steve Jobs era sírio e ele foi adotado por uma família americana. Isso é uma loucura, e completamente contra os interesses americanos.

Rihanna nas telonas

Nesta segunda-feira (30/1), a Warner divulgou a primeira imagem oficial de Ocean’s Eight, filme que será a versão feminina de Onze Homens e Um Segredo.

Na imagem aparecem todas as protagonistas, incluindo Rihanna, Sandra Bullock e Sarah Paulson, e também um breve resumo da trama.

De acordo com o site Omelete, na história, a personagem de Bullock vai tentar fazer o assalto do século em Nova Iorque durante o baile de gala do MET.