Pratagy passeia pelo pop experimental em novo disco; ouça Búfalo

O artista paraense Pratagy, que durante quatro anos participou da banda Zeromou, lança agora mais uma aventura solo. Búfalo, seu segundo disco, passeia pelo pop experimental com muita destreza.

Apesar da alcunha de solo, ele não acredita que esse seja o espírito do trabalho já que contou com diversas participações. Pratagy assume sintetizadores, teclados, baixo elétrico, guitarra e voz e convida Bruno Azevedo para baterias e percussões, Rubens Guilhon nas guitarras em “Trama Sutis” e “Combu Love”, Daniel Lima tocou violinos em “Tramas Sutis”, Andro Baudelaire imprime vocais em “Way Back Home” e Maria Rosa Lima emprestou os vocais que passeiam por todo o disco.

“No fim das contas, Búfalo é especial porque todo mundo, tanto da música quanto do visual, meio que trabalhou e pensou junto na cara que a coisa deveria ter no final”, explica o artista.

Pratagy também ressalta que o trabalho traz a presença humana e as forças naturais. “A natureza tem essa coisa bonita de força que eu quis dizer quando nomeei o disco como ‘Búfalo’ – ser forte como um, determinado, mas entender que fazemos parte da natureza e que devemos respeitá-la e agradecer às pessoas que estão ao nosso redor”, finaliza.

O registro pode ser ouvido nos principais serviços de streaming e baixado através deste site.