O polêmico Donald Trump acaba de se tornar o 45° presidente dos Estados Unidos, e se você achou que bem Zack De La Rocha manteria seu silêncio diante essa situação, se enganou.

No último dia 19 o ex-vocalista do Rage Against The Machine se juntou aos amigos do Run The Jewels em um show do duo em Washington D.C. que, como vários outros que estão acontecendo pelos EUA, protestou contra a eleição do político.

Os caras cantaram as canções “Close Your Eyes (And Count to Fuck)” e “Kill Your Masters”, do segundo e terceiro álbuns do grupo, e que contam com Zack nas versões de estúdio. Por lá, o músico disse que não poderia deixar de estar presente com seus “irmãos e com todos neste momento”.

O rapper Killer Mike ainda mandou um discurso inspirado à plateia:

Não importa quem ganhou, no dia depois de amanhã este é o nosso país. Eu não dou a mínima para quem é presidente. Este é o nosso país. E o que vamos manter funcionando nesta república é a verdade, honestidade, integridade, amor e democracia.

Enquanto isso seus ex-colegas de RATM, que agora formam o Prophets of Rage, fizeram ontem (20) um evento anti-Trump – responsável por reunir o Audioslave pela primeira vez em 12 anos – e Zack não deu as caras por lá.

Você pode assistir aos vídeos da reunião do Audioslave por aqui.