Run DMC
 

O icônico Run DMC promoveu uma ação contra Amazon, Walmart e outros grandes varejistas ao alegar violação de marca em produtos, que usam nome e logotipo do grupo de hip-hop sem permissão. A ação envolve mais de 50 milhões de dólares

A ação aberta no último dia 29, em Nova York, também nomeia várias empresas que vendem os produtos em sites de comércio eletrônico dizendo que “negociam com a boa vontade da Run DMC”. Alguns dos produtos, por exemplos, são “estilo Run DMC” como chapéus fedora e óculos de sol que usam o nome do grupo em seu título ou descrição, mas não o logotipo. Enquanto isso, outros mais descarados usam o famoso logotipo do grupo em camisas, bolsas e outros produtos.

Os varejistas são acusados ​​de vender produtos que usam a marca registrada por meio de parcerias com fornecedores infratores. No mês passado, a Amazon entrou com seus primeiros processos contra comerciantes que vendem itens falsificados em sua plataforma que permite produtos de terceiros.

O Run DMC pretende ganhar com a ação 50 milhões de dólares com juros, além de honorários de advogados, contabilizando todas as vendas dos produtos que foram anunciados como sendo relacionados ao grupo.

A ação também cita acordos de licenciamento anteriores para a marca, incluindo um por 1,6 milhão de dólares para uma linha de tênis Adidas. Ela também afirma que a marca Run DMC produziu receita superior a 100 milhões de dólares da propriedade intelectual associada à desde a sua criação na década de 1980, incluindo a venda de música, edição de música, shows, merchandising e promoções.