Andreas Kisser, o guitarrista do aclamado grupo de metal Sepultura, acaba de comentar sobre possíveis planos do grupo em relação aos aniversários dos discos Arise (1991) e Roots (1996).

Em entrevista para o australiano Loud, o músico foi perguntado se o grupo planeja seguir os passos dos irmãos Cavalera, que decidiram fazer uma turnê comemorativa do Roots recentemente. Em sua resposta, Kisser foi direto:

Não mesmo, cara. Parece uma perda de tempo, na real. Não traz nada de novo para a sua carreira.

Ele ainda comentou sobre o fato do Sepultura ter tocado os discos Arise e Chaos A.D. na íntegra antigamente, mas somente em ocasiões muito especiais. “É que pra mim, parece algo que não vai trazer nada de novo. Nós nunca tivemos a intenção de fazer algo desse tipo”, disse.

Apesar de tudo, o guitarrista reconhece a influência de Roots para o cenário do metal, afirmando que o grupo toca frequentemente várias faixas do álbum durante seus shows. Porém, o músico afirma que o foco tem que ser no futuro.

Mas colocar tudo de lado para somente tocar o Roots, para a gente seria algo bem fraco. E nós estamos tão focados no que estamos fazendo, tendo um novo álbum com uma nova gravadora e tudo mais. Respeitando nosso passado mas vivendo no presente. Nós estamos aqui agora, e é isso que importa. Eu acho que a gente tem que viver o dia de hoje e não ficarmos presos no passado.

Por fim, Andreas ainda comentou sobre a turnê Return to Roots, dos irmãos Max e Iggor Cavalera.

Eu não ligo. Todo mundo faz o que quer. Se eles acham que isso é bom pra carreira deles, tanto faz, cara. Não muda nada na minha vida. É como… é meio estranho comentar algo assim, sabe, porque pra mim é estranho. [risos] Eu não consigo entender o objetivo. Eles têm tantos projetos. Na real, eles saíram do Sepultura por causa desses projetos e agora eles estão tocando Sepultura. Eu não entendo esse tipo de atitude. Mas tanto faz, cara. Eu respeito qualquer tipo de opinião e, é claro, eu não concordo com tudo, mas as pessoas são livres pra fazer o que quiserem. Você só tem que viver com as consequências – só isso.

Reunião do Sepultura

Tal qual Liam e Noel Gallagher, os dois “lados” do Sepultura vivem dando declarações na imprensa a respeito de uma possível reunião, sempre deixando os fãs sem saber o que fazer.

Na mais recente delas, após uma série de duras críticas e palavras fortes a respeito dos ex-colegas, Max Cavalera chegou a dizer que, se fosse feita “do jeito certo” uma reunião do Sepultura seria bem-vinda.

Novo Disco

Sepultura - Machine MessiahEm tempo, o Sepultura trabalha na divulgação do seu décimo quarto disco de estúdio, Machine Messiah, a ser lançado em 13 de Janeiro.

 
Nosso site utiliza de cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Consulte nossa Política.