(créditos: stonesexhibitionism.com)
 

A exposição oficial dos Rolling Stones, Exhibitionism, que foi montada em Londres no início do ano, partiu para um rolê por outras cidades mundo afora.

A mostra abriu as portas este fim de semana em Nova Iorque. Depois de lá, deve ir pra Chicago e para outro ponto no oeste dos Estados Unidos antes de desembarcar na Austrália.

Não estão confirmadas mais viagens, mas pelo potencial que o Brasil tem mostrado em receber exposições históricas, dá pra criar esperanças de que Exhibitionism chegue aqui, hein?

O catálogo

(créditos: stonesexhibitionism.com)
(créditos: stonesexhibitionism.com)

A mostra começa com uma vídeo-retrospectiva da carreira da banda, e depois os visitantes são convidados a entrar no apartamento em que Mick Jagger, Keith Richards e Brian Jones (membro fundador da banda que morreu em 1969) moraram entre 62 e 63.

O espaço, reproduzido perfeitamente, impressiona pela sujeira. Isso mesmo! Aparentemente, a primeira casa dos Stones era cheia de latas de cerveja no chão, louça suja na pia, camas desfeitas e LPs de Muddy Waters jogados por aí.

A exposição segue com vários itens, como uma guitarra Fender Telecaster na qual Keith Richards compôs “Simpathy for the Devil” e uma Les Paul que ele pintou durante uma viagem de ácido (!).

Charlie Watts também cedeu vários kits de bateria. Já Ron Wood tem menos instrumentos expostos porque ele costuma usar suas guitarras mais antigas nos shows. Tem ainda dez gaitas de Mick!

(créditos: stonesexhibitionism.com)
(créditos: stonesexhibitionism.com)

Na parte visual da exposição, os visitantes podem conhecer as histórias por trás das capas dos discos. John Pasche, o designer que desenhou a marca registrada da banda, os lábios vermelhos, explica em um vídeo o processo de criação.

Curiosidade: segundo o curador da exposição, Ileen Gallagher, os membros da banda participaram ativamente da montagem. Eles participaram de todas as reuniões de criação e Mick Jagger esteve presente durante a edição dos vídeos retrospectivos.

Ou seja, estamos diante da história do rock, amigos! Deem uma olhada no site oficial.

Scorsese

(créditos: Paramount)
(créditos: Paramount)

Um dos maiores cineastas vivos também participa da “Exhibitionism”. Martin Scorsese gravou um vídeo contando histórias das dezenas de vezes que filmou shows dos Stones. Vale lembrar que ele é o diretor do filme biográfico dos caras, o Shine a Light, de 2008.

   
Nosso site utiliza de cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Consulte nossa Política.