Acredite ou não, um show que o lendário grupo Kraftwerk faria no próximo dia 23 em Buenos Aires, na Argentina, foi cancelado devido à uma lei local.

Em Abril, a cidade resolveu proibir qualquer espécie de festival de música eletrônica após cinco pessoas morrerem de overdose durante o festival Time Warp. A justificativa do prefeito da cidade seria de que a lei ficaria em vigor até que novas medidas preventivas fossem decididas pelo poder legislativo de Buenos Aires.

Acontece que já estamos em Novembro e a cidade ainda não removeu a proibição, e o resultado disso foi o cancelamento de um show do Kraftwerk.

Os promotores do evento tentaram argumentar que o show do grupo não é como um festival comum: duraria só duas horas, não teria a venda de bebidas e seria aberto para todas as idades. Porém, de acordo com a lei, qualquer evento que utilize “sintetizadores ou samplers como instrumentos primários” estaria suscetível à punição.

Porque todos nós sabemos que sintetizadores são criações do diabo e que causam toda a discórdia existente no mundo.

Ironicamente, o festival Sónar não foi cancelado e acontecerá em Dezembro na própria Buenos Aires porque, de acordo com o Ministério da Cultura, não é uma “festa eletrônica” ou “evento de DJ” — o que está escrito no próprio site do festival (!!!!!!!).

Agora, a única opção viável para os organizadores do show do Kraftwerk seria mudar o local do evento para alguma cidade próxima, mas ainda não se sabe se essa decisão será tomada.

 
Compartilhar