Help Musicians UK
   

A saúde mental é um tema importantíssimo já há algum tempo, mas nem sempre é levado (e tratado) com seriedade pelos que sofrem e pelos que estão próximos.

Um estudo global foi publicado pela ONG Help Musicians UK, e mostra números preocupantes quanto ao bem estar de músicos ao redor do planeta que responderam a questionamentos sobre saúde mental.

Foram 2.200 participações de músicos de todo mundo, e os números são bastante contundentes, com 71% deles dizendo que já sofreram com transtornos de ansiedade e síndrome do pânico e 67% afirmando que já tiveram que lidar com depressão.

Além disso, quase 55% dos músicos acredita que não há serviços de saúde que possam ajudar os músicos e 47% entendem que seria interessante ter algum tipo de acompanhamento específico para a classe.

A conclusão do estudo é que músicos têm até três vezes mais chances de sofrerem com doenças relacionadas à saúde mental do que o público em geral, e fica um alerta para que iniciativas sejam criadas como forma de acompanhar e tratar músicos que tenham problemas.

Richard Robinson, chefe executivo da Help Musicians UK, disse que o resultado “não é uma surpresa” e apenas “mostra as condições preocupantes do trabalho na indústria da música”:

Essa pesquisa é um primeiro passo vital para ajudar a estabelecer a escala do problema e mostra a importância das próximas fases da pesquisa, que nos darão recomendações para criar o primeiro serviço de saúde mental específico para a indústria da música.

Vale sempre lembrar que saúde mental é coisa séria, e se você está passando por dificuldades ou conhece alguém que esteja, deveria procurar ajuda médica pois há saída, solução e tratamento na grande maioria dos casos.