Uma baita galera vem elogiando Supersonic, o novo documentário sobre a carreira do Oasis, e Ryan Adams não ficou de fora.

O cantor esteve presente na única exibição do longa nos cinemas americanos, e assim que saiu de lá foi ao Twitter e ao Instagram para se derreter pela finada banda. Durante seu discurso, além de obviamente glorificar os caras, Adams ainda aproveitou para detonar com gosto o rock atual, chamando as bandas de chatas, sem alma e pouco perigosas.

Leia:

Veja o filme do Oasis se você precisa de algo para lembrá-lo do significado de rock n’ roll. Ou do motivo pelo qual confusões importam. Ou o que é diversão. […] Eu sinto falta dessa banda. Eles importavam pra caralho. […] Agora o mundo é cheio de bandas formadas por pais com calça cargo, e letras sem alma e cheias de merda, e o nível de perigo que você sente ao misturar batatinhas com refrigerante. Que se foda isso.

O cara ainda falou nas redes sociais que o mundo da música ficou entendiante depois do fim do grupo. Não é só ele que sente saudades, né?

Supersonic, o filme do Oasis

O documentário estreou na última quarta-feira (26) e teve apenas um dia de exibição nos cinemas.

Quem perdeu pode assistir ao filme no iTunes, clicando aqui. Veja o trailer abaixo:

 
Compartilhar