Muita gente criticou Kevin Parker, do Tame Impala, e Josh Homme, do Queens of the Stone Age, pela colaboração com Lady Gaga na música “Perfect Illusion”.

Não pela parceria em si, afinal Gaga é uma grande artista e todos sabem disso. Mas pelo resultado final. Os fãs de rock esperavam mais influências desse gênero na faixa, que acabou soando pop e simples demais.

Agora, Kevin Parker falou abertamente sobre o assunto. Em uma entrevista à rádio australiana Triple J, o guitarrista disse que tudo começou apenas como “uma jogada”, mas que logo ele se envolveu de forma muito pessoal:

“Primeiro eu pensei em fazer isso pela minha carreira, tipo ‘ok, eu vou lá, vou escrever músicas pop…’. Mas logo se tornou algo tão pessoal e tão importante para todos envolvidos. Quando você conhece de fato as pessoas nos bastidores, você vê que não é só um grande mundo corporativo. Tem gente realmente cheia de paixão pela música”.

Abaixo você pode ouvir a entrevista completa – em inglês e bem curtinha – de Kevin Parker na Triple J. Ouça como o cara ficou surpreso ao descobrir que Gaga chamou ele de “gênio da música”:

 

Tame Impala

Capa de Currents, do Tame Impala

O último trabalho oficial da banda psicodélica australiana é o excelente Currents, de 2015, cujo single “The Less I Know the Better” está nas paradas neste momento.

Enquanto aguardam um novo disco, os fãs viajam sincronizando músicas da banda com o filme 2001 – Uma Odisseia no Espaço, por exemplo.