Tom Delonge pode não estar mais no Blink-182, mas definitivamente o ex guitarrista e vocalista da banda ainda tem bastante carinho pelas músicas que criou com o trio.

Em mais um trecho do especial The Pursuit Of Tone, gravado por DeLonge para a Ernie Ball, o cara mostrou as origens de várias canções icônicas do grupo, e tocou seus riffs na guitarra.

A primeira canção que aparece no vídeo é “M+M’s”, quando Tom explica que começou a carreira tocando guitarra o mais rápido possível para liberar suas emoções.

Ele então conta sobre como conheceu o primeiro baterista do grupo, Scott Raynor, e a irmã de Mark Hoppus, que apresentou os dois e disse que eles deveriam ensaiar juntos.

Primeira música “de verdade”

“Dammit” é a próxima música e DeLonge diz que apesar dela ter uma progressão de acordes que o grupo já havia utilizado “mil vezes antes”, foi ali que o Blink-182 fez sua primeira composição “de verdade”.

Veio o riff principal, o refrão, a ponte, e a partir dali, tudo mudou para a banda de pop/punk.

Um dos momentos mais legais do vídeo é quando ele mostra como criou “Dumpweed”, faixa que abre o icônico disco Enema Of The State, de 1999.

O músico mostrou que tinha vários riffs na manga e resolveu reuni-los em uma só canção, criando o que considera (e nós concordamos) a melhor faixa de abertura de qualquer disco do Blink.

Travis Barker

Em outra passagem do vídeo, o hoje afastado integrante do Blink-182 conta sobre o dia em que o baterista Travis Barker estava frustrado em estúdio porque Tom só vinha compondo canções “diretas” e com o mesmo ritmo, então ele tocava a mesma coisa.

Tom respondeu:

Eu não sou o mestre do groove, você que é um baterista foda. Por que você não toca algo diferente e eu tento seguir aqui?

Ele revela que nesse momento Barker compreendeu que poderia dar as ideias e a banda ganhou um terceiro compositor, com as responsabilidades de novas canções não ficando divididas apenas entre DeLonge e Hoppus.

A próxima música mostrada é “Stay Together For The Kids”, que já publicamos por aqui e fala sobre o divórcio dos pais de Tom, e o vídeo termina com material raro do início da carreira da banda.

Você pode ver logo abaixo.

 
Compartilhar