Courtney Love
 

Courtney Love e Dave Grohl estão em paz já há algum tempo – mais precisamente, desde a cerimônia de indução do Nirvana ao Rock’n’Roll Hall of Fame, em 2014.

Pelo visto, todos os abraços e declarações de amor ocorridas naquela noite foram, de fato, genuínos e o passado parece ter sido enterrado de vez.

A viúva de Kurt Cobain chegou a afirmar que adoraria fazer um dueto com Dave (como vimos aqui) e, em nova entrevista da vocalista para a Dazed, vimos que a amizade entre eles realmente voltou para ficar.

Dessa vez, Love cita conversas musicais com Dave e até a troca de conselhos nessas conversas. Ao falar sobre a posição das mulheres no showbizz, ela comentou:

“Devem haver talvez 30 estrelas pop femininas, se você contar. Pense nisso, no planeta!

Rockstars eu nem sei,  nunca contei.  Devem ser umas poucas, 10…15…

Mas pense: e as que fizeram o mesmo que um Keith Richards fez? O que um Jim Morrison Fez? Ou o que um Bono fez. Eu sou julgada por uma perspectiva de dois pesos e duas medidas, mas é assim que as coisas são.”

Ela finaliza:

“Conversei com Dave Grohl sobre isso, esse mês, e disse que ele não precisa mudar seu som, e eu meio que preciso. Após ouvir o último disco da PJ Harvey eu pensei, ‘deus, essa mulher nunca para de evoluir, ela é tão maravilhosa e fantástica,’ mas ao mesmo tempo eu quero soar comercial, mas não muito comercial porque ninguém irá comprar isso de mim e eu não posso entregar isso. Então, eu acho que com as mulheres, a não ser que você seja autônoma, a não ser que você saiba tocar piano, tocar guitarra, a não ser que realmente aprenda a fazer por conta, você é interdependente, e se você for interdependente, faça as coisas com pessoas em quem você confia e que podem ficar por muito tempo com você.”

Você pode ler a entrevista de Courtney Love sobre o papel da mulher na música por aqui.