At The Drive-In
 

Em 2015 os fãs da influente banda de post-hardcore At The Drive-In ficaram empolgados pois pela primeira vez desde 2001, quando encerrou as atividades, ela deu sinais claros de que voltaria à ativa pra valer.

Em 2012 a banda se reuniu para uma série de shows em festivais como Coachella e Lollapalooza, mas era visível o desinteresse de parte dos integrantes pelo retorno, e após algumas performances, o quinteto simplesmente desapareceu sem dar muita notícia.

No ano passado, ao contrário, o At The Drive-In anunciou uma turnê mundial e novas músicas, e boa parte dos shows já anunciados pela Europa e Estados Unidos estão com os ingressos esgotados.

Tudo parecia muito bem, até que ontem na sua página oficial do Facebook o grupo publicou uma curta mensagem dizendo que Jim Ward, um dos fundadores da banda em 1993, está deixando o ATDI:

Enquanto nosso barco se prepara para a viagem, anunciamos que Jim Ward não estará conosco em nossas futuras jornadas. Desejamos tudo de bom para ele e estamos empolgados para vê-los em breve.

 

As our ship prepares for voyage, we announce that Jim Ward will not be joining us on future journeys. We wish him well and are excited to see you soon.

Publicado por At The Drive In em Sexta, 18 de março de 2016

É curioso porque até então, em todas as fotos promocionais de divulgação da turnê, Jim Ward aparecia nas fotos da banda.

Por outro lado, quando o grupo começou a ser anunciado em festivais, o próprio foi entrevistado e disse que não estava sabendo da reunião.

O primeiro show do grupo acontece no dia 22 de Março, próxima terça-feira, em Santa Ana na Califórnia.

Jim Ward (Sparta, ex At The Drive-In)

Jim Ward e At The Drive-In

Jim Ward era peça fundamental no grupo, já que além de tê-lo fundado, fazia um contraponto com Omar Rodriguez-Lopez e Cedric Bixler-Zavala que deu o corpo e a sonoridade característica do grupo.

Enquanto a dupla trazia mais elementos do rock and roll tradicional à banda, Ward era quem escrevia os trechos baseados em hardcore, post-hardcore e rock alternativo.

Isso ficou bem evidente quando a banda encerrou as atividades há 15 anos e dela surgiram dois grupos: o Mars Volta, de rock progressivo, encabeçado por Omar e Cedric, e o Sparta, do post-hardcore/emo, liderado por Jim Ward e outros dois integrantes do ATDI.

O primeiro disco de estúdio do Sparta, Wiretap Scars, está em nossa lista de 11 grandes discos de emo que não estão na lista da Rolling Stone.

O último disco lançado pelo At The Drive-In é o excelente e influente Relationship of Command, de 2000.

 
Compartilhar