Naná Vasconcelos
 

É com muita tristeza que comunicamos a morte de mais uma lenda da música nessa manhã de quarta-feira: Naná Vasconcelos, percussionista pernambucano dos mais influentes, nos deixou aos 71 anos de idade após perder uma luta contra o câncer de pulmão.

O músico morreu na manhã desta quarta-feira (09 de Março) quando estava internado no Hospital Unimed III, no Recife, após uma parada respiratória. Ele estava internado na UTI por conta de complicações em decorrência do câncer de pulmão.

A doença foi descoberta em 2015 e o músico passou por tratamento de quimioterapia e radioterapia, e chegou a participar do Carnaval de 2016.

Naná Vasconcelos

Com características bastante únicas e um talento ímpar, Naná foi reconhecido aqui no Brasil e lá fora.

Em sua lista de colaborações aparecem nomes como Itamar Assumpção, B.B. King, Talking Heads, Milton Nascimento, Geraldo Vandré, Marisa Monte, Caetano Veloso, Mundo Livre S/A, Pat Metheny, Don Cherry, Egberto Gismonti e mais.

Entre 1984 e 1990 Naná Vasconcelos foi eleito o Melhor Percussionista do Ano por sete vezes consecutivas na votação da crítica da revista norte-americana Down Beat, especializada em jazz e blues.

Recentemente ele esteve envolvido em O Menino e o Mundo, animação brasileira que concorreu ao Oscar.

Que descanse em paz. Salve Naná!

 

Homenagens de músicos

Além de sua obra, a influência de um músico pode ser medida pelas homenagens recebidas a partir de seus colegas. É o caso com as diversas manifestações a respeito de Naná que você pode ver logo abaixo.

 

  Naná Vasconcelos (1944-2016)   Uma foto publicada por Alexandre Matias (@trabalhosujo) em

  Salve Salve Naná ! ???   Uma foto publicada por Mariana Aydar (@marianaaydar) em

#Repost @bebelprates ・・・ ⭐️

Uma foto publicada por Circo Voador (@circovoador) em

Nosso mundo perdeu mais um grande mestre … Rip Naná ! #nanavasconcelos Uma foto publicada por Coqueiro Verde Records (@coqueiroverderecords) em