Por Gustavo Pelogia

Apesar dos olhares atentos, demorou para o City & Colour criar uma interação com o público ao se apresentar novamente pela Holanda, desta vez na turnê If I Should Go Before You, que também passará pelo Brasil em abril desse ano.

Talvez por ter dado grande destaque ao mais recente disco logo de cara, tocando seis novas entre as oito primeiras músicas, pouca gente cantava ao lado Dallas. Entretanto, se via uma conexão desde a abertura do show com “Woman” (em versão encurtada), em um silêncio quase absoluto e olhares vidrados das mais de 1000 pessoas presentes.

O Paradiso, em Amsterdã, é uma antiga igreja que se transformou em uma casa de shows há mais de 30 anos. O cenário mais se aproxima de um teatro, com dois níveis laterais acima da pista e do palco e cria um clima mais envolvente para um show como este. Os arranjos de muitas canções também são um pouco diferentes das versões de estúdio, transformando a experiência em algo ainda mais único.

City And Colour em Amsterdam

Com quase metade do show, seguiam tímidas as vozes que cantavam com Dallas. O cenário começou a mudar quando a banda voltou alguns discos atrás e tocou “We Found Each Other In The Dark”, do disco Little Hell. A partir desse bloco, a banda seguiu com outras músicas mais antigas, como “Sleeping Sickness”, “Grand Optimist” e “Bring Me Your Love”.

Antes do bis, ainda houve tempo de apresentar novamente uma das novas canções: de acordo com Dallas, era a primeira vez que a banda tocava “Friends” em um show. Como as canções tocadas em cada turnê costumam variar pouco, é recomendável aos fãs que criam expectativas se prepararem para escutar (e cantar) grande parte do disco If I Should Go Before You.

Após os aplausos, a banda deixou o palco e Dallas voltou sozinho para o bis. Com voz, violão e como único foco de luz em todo o local, ele tocou “Day Old Hate”, seguido de “Body in a Box” com voz, violão e gaita. Como de costume, “desafiou” os fãs a deixarem os celulares de lado por ao menos uma música e “viver o momento”.

City And Colour em Amsterdam, na Holanda

Com uma plateia repleta de casais abraçados, o City & Colour tocou pela segunda vez no Valentine’s Day na Holanda (2014 e 2016). Ainda que óbvia, a escolha de “The Gir”l foi perfeita para deixar os tortelduifjes (“love birds” em holandês) sorrindo ao fim da noite. Dallas começou solo e a banda chegou à metade da canção para o clímax. O show de quase duas horas terminou com “Hope For Now”.

Ps: a abertura ficou por conta da britânica Lucy Rose. Com um show de quase 40 minutos, ela tem uma sonoridade parecida com a do City & Colour, se apresentando sozinha e também com banda. O próprio Dallas subiu ao palco para cantar com ela pela primeira vez na turnê, onde farão 14 shows juntos pela Europa.

Confira o set list completo:

  1. Woman
  2. Northern Blues
  3. Two Coins
  4. If I Should Go
  5. Killing Time
  6. Hello, I’m in Delaware
  7. Wasted Love
  8. Lover Come Back
  9. We Found Each Other in the Dark
  10. Sleeping Sickness
  11. Friends
  12. Grand Optimist
  13. Bring me Your Love
    Bis
  14. Day Old Hate (Dallas solo)
  15. Body in a Box (Dallas solo)
  16. The Girl (Dallas solo, depois banda)
  17. Hope For Now

 

Em 2016 o City And Colour vem ao Brasil para uma série de shows dessa turnê.

Você pode encontrar mais informações por aqui.

 

 
 
Compartilhar