Veja quais são 16 da séries mais aguardadas para 2016
 

2016 chega carregado de expectativas pelas novidades já anunciadas na TV. As estreias que aconteceram na fall season já fizeram seu barulho, trazendo surpresas e até algumas decepções. Agora é hora de focar no que de bom vem por aí. E novidades não faltam. De retornos triunfantes à TV, spin-offs, super heróis e showrunners de destaque, o ano novo das séries começa agora, em janeiro.

Conheça quem já está chamando atenção, mesmo antes de estrear:

16. Projeto de Woody Allen para Amazon

Woody Allen tem uma das séries mais aguardadas para 2016

Que Woody Allen é um dos cineastas com produção mais frequente, não há dúvida. Ele continua lançando um filme anualmente, um feito para alguém que acabou de completar 80 anos. Agora, Woody assume um novo desafio em um projeto que vai desenvolver para a Amazon. Aliás, tudo o que se sabe é que tem sido mesmo um desafio. No ano passado, em entrevista durante o Festival de Cannes, Woody disse: “Eu não assisto a essas séries de TV, então não sei o que estou fazendo. Eu estou me debatendo. Espero que seja uma vergonha cósmica.” Ainda não se sabe o que vem por aí nos seis episódios com meia hora de duração, mas a expectativa é que a série saia ainda este ano.

15. Projeto de Tina Fey para NBC

Tina Fey tem uma das séries mais aguardadas para 2016

Estreia nos EUA: ainda não divulgada

Após o sucesso de Unbreakable Kimmy Schmidt, a dupla Tina Fey e Robert Carlock retorna à NBC para desenvolver uma nova sitcom. Também responsáveis por 30 Rock, uma das séries de comédia mais bem sucedidas do canal, Tina e Robert vão contar dessa vez a história do relacionamento desgastado entre mãe e filha, uma situação que só piora quando a mãe superprotetora arruma um emprego no mesmo local de trabalho da filha: um noticiário na TV. Isso é tudo que se sabe até agora sobre a série, ainda sem título, que deve estrear na próxima fall season.

14. Projeto de David Simon para HBO

davidsimon

Estreia: ainda não divulgada

David Simon faz parte do time de showrunners que ajudaram a mudar o rumo da TV, até torná-la o que é hoje. Desde The Wire (A Escuta), lançada em 2002, Simon desenvolveu séries que promoveram, cada uma a seu modo, uma mudança de paradigmas. Em Treme, ele mostrou o mundo destruído de quem vivia de música, culinária e outras artes em uma New Orleans devastada pelo furacão Katrina. Ano passado, ele retornou à mesma HBO com Show Me a Hero, uma minissérie de seis episódios que conta o embate gerado após uma ordem judicial dar início à construção de casas populares em uma cidade primordialmente racista e classista no estado de Nova York. A série teve direção de Paul Haggis (Crash: No Limite) e foi indicada ao Globo de Ouro desse ano.

Não é por acaso que o novo projeto de David Simon para a HBO já está sendo badalado. Na verdade, são dois, ambos ainda sem data de estreia. O primeiro é The Deuce, que traz James Franco e Maggie Gyllenhaal no elenco para contar a história da indústria pornô em Nova York nos anos 70 e 80. O segundo, ainda sem título, será uma análise do partidarismo e dinheiro envolvidos na política da Washington. A co-produção fica a cargo de ninguém menos que Carl Bernstein, um dos jornalistas responsáveis por escancarar o escândalo Watergate.

13. Billions

Damien Lewis tem uma das séries mais aguardadas para 2016

Estreia nos EUA: 17 de janeiro

A série marca o retorno de Damien Lewis ao Showtime, após sua saída de Homeland. Em Billions, ele interpreta um poderoso homem de Wall Street sendo perseguido por um advogado do governo americano (interpretado por Paul Giamatti).

Criada pelo repórter do New York Times Andrew Ross Sorkin, essa é uma daquelas séries que promete tocar na ferida do mundo financeiro, enquanto tem tudo para se transformar em uma disputa de gato e rato, em um verdadeiro jogo de poder entre dinheiro e política.

12. Better Call Saul

bettercallsaul

Estreia: 16 de fevereiro

2015 viu Saul Goodman se tornar muito mais do que “o advogado do Walter White”. A spin-off de Breaking Bad deu espaço a Bob Odenkirk para explorar o personagem, mostrar um pouco da sua origem. E, de quebra, manteve Vince Gilligan, o criador de Breaking Bad, em atividade na TV, em seu posto como um dos criadores mais inventivos dos últimos anos com suas séries.

Para a nova temporada, a sinopse oficial revela que a vida do advogado passará por reviravoltas intensas, o que o levará a lugares onde nunca imaginou. Um pouco vago, mas o suficiente para dar um gostinho do que vem por aí. No último domingo (10), Odenkirk concorreu ao Globo de Ouro de Melhor Ator em Série de Drama por sua atuação na primeira temporada, mas não levou o prêmio.

11. The Get Down

bazluhrmannthegetdown

Estreia: ainda não divulgada

Mais uma série sobre música gerando expectativa antes da estreia. The Get Down é um projeto que Baz Lurhmann (Moulin Rouge, O Grande Gatsby) vem desenvolvendo há mais de uma década. Serão 13 episódios com uma hora de duração com previsão de estreia ainda este ano na Netflix.

O foco é a cena da música em Nova York nos anos 70, com a efervescência de uma cidade que abriga uma casa de shows como o CBGB, a cena artística do Soho, a pista de dança do Studio 54 e um novo marco da arquitetura: o World Trade Center, recém-construído. A série se descreve como “uma saga mítica de como Nova York, à beira da falência, viu nascer o hip hop, o punk e a disco”. Soa familiar?

A semelhança com uma outra aguardada série (veja na sequência) não tira a expectativa para a The Get Down, considerando o bom uso da música que Lurhmann faz em seus filmes. No elenco estão nomes como Jimmy Smits, Giancarlo Esposito e Jaden Smith.