Nessa terça-feira Chris Cornell foi a atração musical do Jimmy Kimmel Live.

Divulgando seu último trabalho solo, Higher Truth, lançado em Setembro, Cornell tocou duas músicas do disco, “Nearly Forgot My Broken Heart”“Josephine”.

Assista no vídeo abaixo.

Audioslave e Temple of The Dog

Em entrevista recente para uma rádio de New Jersey, Cornell falou sobre a importância que o Temple of The Dog teve na sua formação como musical e como isso acabou o ajudando na época do Audioslave:

Para mim, tudo começou com o Temple of the Dog. Eu sabia que os quatro membros do Soundgarden juntos, no contexto do que estávamos fazendo, era uma coisa especial, e isso era tudo o que eu conhecia. Eu não sabia que eu mesmo como um complemento para qualquer outro projeto significaria alguma coisa, e fazer aquele álbum mudou esse pensamento. Eu percebi que, quando você se joga em algo, e é com as pessoas certas, você pode fazer muita coisa em diferentes contextos, e foi assim que o Audioslave nasceu, com esse espírito.

Eu não queria me negar a ter um relacionamento criativo com esses três caras porque eles são brilhantes. Nós fizemos três álbuns em um período muito curto de tempo, e eles foram vitais para mim. 

Outra coisa foi que eu nasci na cena indie pós punk, onde não havia regras. Basicamente, você poderia fazer tudo o que queria. Eu acho que o Soundgarden era muito eclético, desde o início nunca tivemos somente um estilo. Isso acabou me ajudando, como artista e compositor, a fazer sempre o que eu quis e o que sentia naquele momento.