Você provavelmente deve ter ouvido falar que na semana passada, na Romênia, um incêndio em uma casa de shows matou dezenas de pessoas após problemas com efeitos pirotécnicos. A banda que se apresentava no local era o Goodbye to Gravity, que acabou perdendo dois de seus membros (os guitarristas Vlad Țelea e Mihai Alexandru) no dia da tragédia.

Acontece que o baterista do grupo Bogdan Enache também acabou falecendo no último dia 8, quando era transportado para um hospital em Zurich, Suíça. 95 pessoas ainda estão hospitalizadas em vários lugares próximos a Bucareste por causa do acidente, sendo que 36 estão em condição séria ou crítica e 57 em condição estável.

A contagem de mortos subiu para 45 e depois da renúncia do primeiro-ministro do país, quem também sofreu com as consequências da negligência foi o prefeito de Bucareste.

Cristian Popesccu Piedone também entregou o cargo depois que a população foi às ruas para reclamar da corrupção na liberação de licenças de operação, e foi preso sob acusação de que liberou as atividades na casa de show onde aconteceu o incêndio mesmo após os bombeiros atestarem que ela não poderia operar.

Assim como na tragédia de Santa Maria aqui no Brasil, na Boate Kiss, o incêndio começou após efeitos pirotécnicos da banda próximos a isolantes acústicos.