Ouça playlist com clássicos do Rock!  

Por Regiane Avelar

Fotos por Regiane Avelar

Enfim, o tão esperado show da banda Los Hermanos chegou a BH. E não é para menos, afinal de contas, desde 2012, durante o show da turnê comemorativa de 15 anos, o público belo-horizontino não via a banda em terras mineiras.

E a espera valeu a pena! Foram 29 músicas em quase duas horas ininterruptas de show que animaram mais de 15 mil fãs, na noite da última sexta-feira (23/10), na Esplanada do Mineirão.

No repertório, sucessos dos quase vinte anos de carreiras – ainda que entre idas e vindas. A abertura ficou por conta de “O vencedor”, animando o público logo de cara, seguido de “Retrato pra Iaiá”, ambas cantadas em coro. Aliás, não houve uma música se quer não tenha sido cantada em alto e bom som.

No palco, Rodrigo Amarante e Marcelo Camelo dividiram o espaço numa alternância de voz características da dinâmica da banda. E houve espaço para os quatro álbuns da banda. Do disco Los Hermanos (1999), “Tenha dó”, “Descoberta” e “Azedume”.  Já do segundo álbum da banda – Bloco do Eu Sozinho (2001), “A flor”, “Sentimental” e “Todo Carnaval Tem Seu Fim”. As
canções: “Samba a Dois”, “Além do Que Se Vê”, “O Pouco Que Sobrou”, “Conversa de Botas Batidas” e “Deixa o Verão” representaram o Ventura (2003). E marcando o 4 (2005), “Pois é”, “Morena”, “O vento” e “Condicional”.

Além do público fiel que se empolgou e cantou todas as músicas, destaque para os metais que – não fosse a harmonia – seria um show à parte. E a interação ficou por conta do coro, considerando a banda de poucas palavras. Ainda assim, o agradecimento foi especial para o público de Belo Horizonte: “É uma honra muito grande tocar em BH, o show é sempre especial, pois foi aqui que fizemos o primeiro show fora do Rio de Janeiro”, declarou Amarante.

Como não poderia deixar de ser, “Anna Júlia” também marcou presença, entoada entre “Adeus Você” e “Quem Sabe”, no BIS. E para fechar a noite, o Carnaval antecipado fez a festa dos foliões, que se despediram da banda ao som de “Pierrot”.

 

Setlist Los Hermanos

  1. O vencedor
  2. Retrato pra Iaiá
  3. Além do que se vê
  4. Todo carnaval tem seu fim
  5. O vento
  6. Cadê teu suín?
  7. Do sétimo andar
  8. Samba a dois
  9. Condicional
  10. Azedume
  11. Pois é
  12. Morena
  13. Um par
  14. O velho e o moço
  15. A outra
  16. Paquetá
  17. Sentimental
  18. Primeiro andar
  19. Tenha dó
  20. Descoberta
  21. Deixa o verão
  22. De onde vem a calma
  23. Conversa de botas batidas
  24. Último romance
  25. A flor
    BIS
  26. Adeus você
  27. Anna Júlia
  28. Quem sabe
  29. Pierrot

Pato Fu comanda a abertura

pato-fu-fernanda-takai

Os queridinhos da banda Pato Fu fizeram o esquenta para o show do Los Hermanos. Num show curto, emocionaram o público e revelaram segredos. Dentre eles, a admiração mútua entre as duas bandas e encontros musicais antes mesmo da formação da banda carioca.

Outro segredo faz referência à esplanada do Mineirão, que está sendo utilizada para prática de esportes e lazer, todos os dias da semana, e agora pode ser um ponto de encontro com os integrantes da banda mineira, numas dessas noites quentes de BH. “Quem sabe a gente não se esbarra por aqui e toma um picolé?!”, convida Fernanda Takai, esbanjando simpatia.

Em termos musicais, os mineiros deram uma mostra do disco Não Pare Para Pensar – a retomada do trabalho autoral da banda após um hiato de sete anos – na forma de muito rock and roll, de volta às origens da banda. Outra novidade é a presença do baterista recém-chegado à banda, Glauco – ex-Tianastácia.

No repertório de cerca de dez musicas, sucessos de mais de vinte anos de carreira. Também,no clima da nostalgia, talvez provocado pelos “donos da festa”, Pato Fu tocou “Sobre o Tempo”, “Canção pra você viver mais” e “Eu sei”, hit consagrado na voz da cantora nascida no Amapá, porém mineira de vivência e coração.

pato-fu-belo-horizonte