Quantas bandas de sucesso você conhece que mudaram seu nome após longos 15 anos? Provavelmente não muitas – mas o The Darkness pode se tornar uma delas.

Em entrevista a um podcast, o vocalista do quarteto de hard rock Justin Hawkins afirmou que a banda vem “brincando” com a ideia da alteração de nome.

Seria uma manobra um pouco controversa a essa altura, mas talvez tenhamos de fazer uma competição no Facebook para mudar o nome. Claro que seria um suicídio de carreira jogar tudo fora, tudo o que construímos ao longo dos anos, mas não há motivo para acreditar que não conseguiríamos reconstruir.

Ele também diz que o nome nunca soou correto para o grupo e explica por que a mudança faria sentido, dando papel de destaque aos fãs na escolha do novo nome.

Você precisa corresponder ao desejo dos fãs, porque eles são tudo o que você tem no final das contas… queremos que nossos fãs tenham uma sensação de propriedade sobre o que estamos fazendo e se eles nomearem a banda, isso fica ainda melhor, não? É como quando você adota um cãozinho sem lar, a primeira coisa que você faz é dar um nome a ele. Então somos como o equivalente musical de um cãozinho sem lar.

A banda passou por algumas mudanças de integrantes na década, a mais recente sendo a inclusão do baterista Rufus Tiger Taylor, filho de Roger Taylor (Queen), em maio deste ano.

Ele substituiu Emily Dolan Davies, que deixou a banda pouco depois de terminar de gravar o último disco, Last of Our Kind, lançado também em maio.

 

NOTÍCIAS MAIS QUENTES no RESUMO DA SEMANA

Fique por dentro das notícias mais quentes do mundo da música, bem como dos lançamentos nacionais, ouvindo o Resumo da Semana, programa do Podcast Tenho Mais Discos Que Amigos!

 

Compartilhar