Ringo Starr ainda nem lançou o seu mais novo livro de fotografias e já está pensando na sequência da obra. Photography sai no próximo dia 21 de Setembro e reúne mais de 250 registros dos Beatles que o baterista desenterrou de seus arquivos pessoais. Para a tão sonhada segunda edição, Starr decidiu pedir ajuda ao ex-companheiro de banda Paul McCartney e para as viúvas de John Lennon e George Harrison, Yoko Ono e Olivia Harrison.

Durante uma exposição no National Portrait Gallery, em Londres, na Inglaterra, que marca o lançamento do livro e expõe antecipadamente algumas fotos presentes em Photography, Ringo Starr fez o apelo. “Se eles estiverem ouvindo… procurem nos negativos”, disse ele, que contou ainda que a ideia para o livro surgiu após encontrar diversas imagens, perdidas por quase 30 anos.

“Eu tinha um monte de coisas guardadas, e nós tínhamos de nos mudar, então comecei a encontrar diversos negativos, muitos deles eu nem sabia que ainda possuía. Os outros caras tinham câmeras também, então o próximo plano é que eu quero conseguir o resto das minhas imagens, das fotos de Paul, Yoko terá as fotos de John e Olivia as de George. Daria um grande livro. Terei muito mais fotos… se eu divulgar isso, talvez eles respondam”

A grande maioria dos cliques de Photography são dos Beatles durante a turnê norte-americana realizada no ano de 1964. São momentos íntimos em que o quarteto aparece passando o tempo e fazendo bobagens juntos. “Estes são cliques que ninguém mais poderia ter feito. Juntos, eles mostram a história de quatro rapazes de Liverpool tentando viver vidas normais em meio ao frenesi que os cercava”, explicou Ringo Starr.

O livro que será lançado no final do mês é uma “versão aberta ao público” da edição limitada e para colecionadores de Photography, que saiu ainda em 2013. Starr também irá doar todos os royalties para a Lotus Foundation.