A banda sueca Ghost tem dado o que falar nos últimos anos por vários motivos.

Primeiro, e mais evidente, é o fato de que o grupo se apresenta com máscaras e distintas personalidades, como a do vocalista que atende pelo nome de Papa Emeritus.

Segundo porque muito se discute a sua sonoridade; enquanto muita gente ama as músicas da banda, outros tantos não conseguem gostar das canções.

Em nova entrevista, o guitarrista do Slayer, Kerry King, falou justamente a respeito do grupo e disse que ama o seu visual, mas que odeia suas músicas:

Cara, eu amo o visual… amo. Mas odeio a porra da música. Eu gosto deles. Eles já tocaram em vários lugares com a gente. Mas eu não consigo gostar da música. E eu tentei. Eu quero gostar deles, mas não consigo.

Eu ganhei o CD deles do Brian Slagel da Metal Blade. Foi quando o Gary Holt começou a tocar com a gente, aí eu busquei o Gary. E eu falei, tipo, “o Brian falou que isso é ótimo, cara”. Aí colocamos pra tocar indo pro ensaio. Não era ótimo. Não era ótimo pra mim, nem pra ele. Aí pensei, “Bem, talvez a primeira música seja ruim (risos)”. Aí passamos para a próxima. Mas não é pra mim. Eu sei que o Ghost está muito popular, e eu fico muito feliz por sua popularidade. E como eu disse, eles são os caras mais legais que você pode conhecer. Só não é meu tipo de música. E olha que eu tentei muito (risos).

Você pode ver o vídeo logo abaixo.

Slayer e Ghost

Tanto Slayer como Ghost estão trabalhando em novos discos.

Enquanto a lendária banda de thrash metal irá lançar seu aguardado décimo primeiro disco de estúdio, Repentless, o primeiro em 6 anos, o Ghost prepara várias novidades para seu terceiro álbum.

Meliora conta com a participação de um “novo” vocalista, o Papa Emeritus III, na prática o mesmo artista por trás de uma nova roupa. Os “nameless ghouls”, integrantes do grupo, ganharam novas máscaras, e o álbum foi produzido por Klas Ahlund, que trabalhou com nomes do pop como Britney Spears, Madonna e Katy Perry.