O Grooveshark, um dos serviços pioneiros de streaming, gratuito, lançado em 2007, foi obrigado a encerrar as atividades essa semana.

Um juiz decidiu que a empresa poderia ser condenada a pagar centenas de milhões de dólares em multas pois oferecia música grátis a seus ouvintes sem fazer os devidos acordos com as grandes gravadoras.

Para evitar o colapso financeiro, a empresa que comanda o Grooveshark, Escape Media, resolveu fechar um acordo com Warner Music, Universal Music e Sony Music, e um dos termos do acordo é que o Grooveshark feche as portas.

Caso volte a funcionar, uma multa de 75 milhões de dólares já foi estabelecida.

Você pode ler uma declaração oficial dos fundadores do Grooveshark logo abaixo:

Queridos fãs de música,

Hoje estamos desligando o Grooveshark.

Começamos há cerca de dez anos com o objetivo de ajudar os fãs a descobrirem e compartilharem música. Mas apesar das melhores intenções, cometemos erros graves. Falhamos em garantir as devidas licenças dos donos de direitos autorais em boa parte da música que está no serviço.

Isso foi errado e pedimos desculpas.

Como parte de um acordo com as grandes gravadoras, concordamos em encerrar as operações imediatamente, limpar todos os trabalhos das gravadoras que têm direitos autorais e entregar o site, nossos apps e propriedade intelectuais, incluindo patentes e direitos autorais.

Quando começamos, poucos serviços de música entregavam a experiência que gostaríamos de entregar – e que achamos que você merece. Felizmente, esse não é mais o caso. Existem agora centenas de serviços voltados aos fãs e com preços acessíveis, como Spotify, Deezer, Google Play, Beats Music, Rhapsody e Rdio, entre outros.

Se você ama a música e respeita os artistas, compositores e todo mundo que faz a música possível, use um serviço licenciado que compensa os artistas e outros donos de direitos.

Foi um privilégio conhecer tantos de vocês e aproveitar boa música juntos. Obrigado por serem fãs tão apaixonados.

Seus na música,
Seus amigos no Grooveshark
30 de Abril de 2015

Grooveshark

Fundado em 2007, o Grooveshark era uma ótima alternativa para quem queria conhecer novas bandas e artistas.

Em um período onde a música digital começava a explodir, legal e ilegalmente, e onde principalmente aqui no Brasil o acesso à compra de arquivos que beneficiavam os artistas era muito difícil, bem como a audição rápida de sons como fazemos hoje em serviços de streaming e alternativas populares como o YouTube era inexistente, o Grooveshark tornou-se favorito de ouvintes dos mais variados estilos.

Que descanse em paz!

Fonte: CoS