Resenha: Marilyn Manson - The Pale Emperor
   

Ontem noticiamos aqui que durante o fim de semana, o cantor Marilyn Manson levou um soco na cara enquanto estava em uma lanchonete da rede Denny’s, no Canadá.

Agora, de acordo com novas informações do TMZ, a equipe de Manson diz que irá voltar a Alberta para prestar queixa contra o agressor.

De um lado, o homem que atingiu Manson no nariz, diz que o músico chamou sua namorada de “vagabunda”, enquanto de outro, as acusações são negadas.

Uma testemunha disse ao jornal Calgary Sun que Marilyn Manson não fez nenhum tipo de provocação para causar a reação:

Manson nem conseguiu se sentar. Ele estava sendo bastante simpático com todos, qualquer um que queria uma foto, ele dava a foto, qualquer um que queria autógrafo, ele dava o autógrafo.

Eles estavam apenas conversando e o cara lhe deu um soco na cara sem nenhum motivo. Ele deu o soco e saiu correndo, aí eu lembro de tê-lo visto no estacionamento, se escondendo através dos carros, e parecia assustado.

Foi um bom soco, mas não acho que tenha quebrado seu nariz. Eu fiquei com Marilyn Manson um pouco depois do incidente. Ele estava puto porque tinha sido gentil o tempo todo.

O mais recente disco de Marilyn Manson é The Pale Emperor, lançado esse ano, cuja resenha pode ser lida aqui.

Recentemente o músico anunciou uma turnê conjunta com o Smashing Pumpkins.