Antes de começar a turnê brasileira, o ex-guitarrista do Guns N’ Roses, Slash, cedeu uma entrevista para o G1 e disse que “a música popular tem se tornado cada vez mais superficial.”

Segundo ele, qualquer canção que tenha uma sonoridade diferente do que é considerada como comercial, fica fora das paradas. “É um sinal dos tempos, não sei quanto vai durar. Espero que pouco. As pessoas estão ficando cansadas”, desabafou.

Slash chegou ao Brasil acompanhado do músico Myles Kennedy e da banda The Conspirators. A turnê já passou pelo Rio de Janeiro e Belo Horizonte, passará em Brasília, Curitiba e Porto Alegre, e termina no dia 22 de março, em São Paulo.

Em novembro do ano passado, Slash já havia afirmado que o rock precisa de mudanças. Na época, a declaração foi feita ao portal Manchester Evening News. “As bandas de rock and roll se tornaram realmente conformistas, se preocupam apenas em puxar o saco de suas gravadoras e continuar tocando nas rádios”, cutucou.