Estar em uma grande gravadora foi, por muito tempo, o grande sonho de qualquer banda que começava a tocar seus primeiros acordes em uma garagem.

Hoje em dia, lançamentos e gravadoras independentes têm mostrado diversos casos de sucesso, mas ainda assim as majors têm um dos papeis mais importantes na indústria da música.

De acordo com um estudo recente revelado pela IFPI, organização ligada às grandes gravadoras, os custos para promover uma banda depois de sua contratação não são baixos, e começam em 500 mil dólares, chegando a casos de até 2 milhões.

A divisão dos gastos iniciais para promover um artista ficaria assim:

  • Adiantamento – US$ 50.000 – US$ 350.000
  • Gravação – US$ 150.000 – US$ 500.000
  • Produção de vídeos – US$ 50.000 – US$ 300.000
  • Apoio para turnê – US$ 50.000 – US$ 150.000
  • Marketing e promoção – US$ 200.000 – US$ 700.000
  • Total – US$ 500.000 – US$ 2.000.000

Se esses números realmente representarem os investimentos médios feitos por grandes gravadoras em um novo artista, é possível entender muita coisa que cerca o mercado da música.

O estudo completo pode ser encontrado aqui.

Fonte: Digital Music News