Slash estreia série de perguntas e respostas no Youtube

Em entrevista ao Manchester Evening News, o lendário guitarrista Slash falou um pouco do panorama do rock atual em relação ao início de sua carreira em 1981 com a banda Tidus Sloan e posteriormente com o Guns N’ Roses em 1985.

Para o guitarrista, “as bandas de rock and roll se tornaram realmente conformistas, se preocupam apenas em puxar o saco de suas gravadoras e continuar tocando nas rádios.”

O rock definitivamente precisa de mudanças. Tornou-se uma espécie de enteado indesejado da indústria da música e o que ela precisa é de  alguém realmente comprometido que venha para mudar as coisas. 

Você sabe, eu não entrei na música para tudo isso. Eu só aprendi a tocar guitarra e formei uma banda. Se você deseja obter fama e fortuna, se isso for premeditado, você perderá a sua integridade musical. Você só precisa aprender seu instrumento muito bem e escrever suas músicas para obter essa química. 

Sobre os comentários feitos pelo baixista do Kiss, Gene Simmons sobre o “o rock estar morto”, Slash respondeu:

Devemos considerar uma série de fatores que ao longo de vinte anos ou mais que resultaram na situação em que o rock está. Não acredito que o compartilhamento digital de músicas é o grande culpado disso tudo. Se eles não querem desperdiçar dinheiro em bandas e artistas que não fazem música pop é porque cada gravadora foi digerida por enormes conglomerados empresariais que só querem fazer mais e mais dinheiro. 

Há ainda alguns selos de música lá fora assinando com bandas boas. 

Essa situação acaba nos forçando a sermos mais fortes e nos expressarmos fazendo rock. Eu realmente acredito nisso. Somos apaixonados pelo que fazemos. Agora a parte das plateias ao vivo, as pessoas aproveitando o rock. Acredito que isso ainda não mudou. 

A qualidade da música comercial está no banheiro! Mas isso não significa que as pessoas que fazem esse tipo de música não continuam fantásticas. Elas simplesmente não têm mais as saídas que costumavam a ter. 

O guitarrista ainda afirmou: “as bandas de heavy metal que tocam nas rádios são tão conformistas que eu não as suporto. As verdadeiras bandas de heavy metal continuam fazendo a mesma música há anos e anos com o mesmo nível, eles continuam lançando música para fora e expressando o que realmente são. Eu gosto disso.”

Slash lançou seu terceiro álbum solo, World on Fireem 16 de setembro. O disco é o segundo a contar com a participação regular do vocalista Myles Kennedy e da banda The Conspirators. 

O ex-guitarrista do Guns N’ Roses terminou uma turnê de verão com o Aerosmith antes de sair com a sua banda para a Europa.