Ouça nova versão do disco ao vivo do Pink Floyd!  

AWOLNATION

Um dos nomes mais fortes do indie pop pelo mundo, o AWOLNATION é um projeto do músico americano Aaron Bruno. Com meio milhão de álbuns vendidos e um número impressionante de visualizações no YouTube, a banda é uma das atrações do eclético São Paulo Mix Festival, que acontece dia 27 de setembro e contará também com shows da estourada banda de “reggae pop” Magic!, dos mineiros do Jota Quest e do rapper Emicida.

Antecipando esse show, conversamos com Aaron por telefone. Confira abaixo a nossa conversa:

TMDQA: Como você descreveria o som do AWOLNATION para quem não o conhece ainda?

Aaron Bruno: Bem… Não sei. Eu simplesmente não sou capaz de colocar um rótulo da minha música. É só algo que eu faço, sabe. Uma das coisas mais legais hoje é que você pode ter todos os rótulos ao mesmo tempo ou nenhum deles. Mas realmente não sei dar um nome.

TMDQA: Seu álbum (“Megalithic Symphony”, de 2011) foi lançado por um selo novo, a Red Bull Records. Eles não têm muitos lançamentos, mas uma relação muito boa com o público. Como é trabalhar com eles?

Aaron Bruno: Tem sido ótimo pra mim. O selo não se envolve no processo criativo, só na relação de mídia e imprensa mesmo. Tudo que fizeram foi dar apoio desde o começo e sempre nos encorajar a fazer algo diferente. Nos sentimos honrados por essa oportunidade. Além disso, o primeiro álbum foi um sucesso. Estamos programando o segundo.

TMDQA: Além do álbum, vocês lançaram EPs. Você gosta de trabalhar com esse formato com poucas músicas, focado no digital? Qual a importância da internet para vocês?

Aaron Bruno: A gente começou assim, lançando as músicas aos poucos. A recepção positiva das pessoas que fez a gente ir adiante. Estou sempre pensando em canções ou melodias pro Awolnation. Sempre sem nenhuma regra.

A internet deixa a música livre. Todos querem ser os primeiros a desbravarem o Oeste Selvagem e descobrir a próxima coisa bacana. É excitante participar dessa época.

TMDQA: Muitos dizem que a internet é uma vilã da música, que está destruindo a indústria. Mas vocês venderam meio milhão de álbuns! Qual o segredo?

Aaron Bruno: (risos). Não tem segredo. Acho que as pessoas ainda se conectam a uma música boa, uma letra boa. Isso é o mais importante. Acho que fiz coisas que as pessoas se identificaram.

TMDQA: Tem um vídeo não-oficial pra “Sail” com um número impressionante de views, maior que o oficial, até. Como você vê o público usar suas canções para criar novo material?

Aaron Bruno: Acho lindo. Me sinto honrado. Eu não tinha certeza se um dia iriam ouvir minha música… Quanto mais remixes, covers, recriações. É um ótimo problema.

TMDQA: Você tem mais discos que amigos?

Aaron Bruno: Sim! (risos) E olha que tenho bons amigos desde criança!