Resenha: Lana del Rey no Rio de Janeiro (10/11/13)
 

lana-del-rey-brooklyn-baby

A cantora Lana Del Rey está lançando um novo disco de estúdio chamado Ultraviolence, que tem a produção de Dan Auerbach, do The Black Keys.

Para divulgar o trabalho a moça deu uma entrevista para o jornal The Guardian e surpreendeu ao falar sobre sua vida e sobre como se sente a respeito dela.

Quando Lana falou sobre dois de seus ídolos, Amy Winehouse e Kurt Cobain, ambos mortos muito jovens, Del Rey surpreendeu e revelou:

Eu gostaria de estar morta.

Depois de falar sobre seu desejo, a moça ainda comparou a sua vida com um filme ruim:

Meus familiares caem comigo na estrada e falam: “Wow, sua vida é como um filme!” E aí eu respondo: “Claro, como um filme horrível.”

Lou Reed

Outra declaração surpreendente da entrevista foi em relação ao músico Lou Reed.

Há uma faixa no novo disco da cantora chamada “Brooklyn Baby”, que fala sobre as pessoas “descoladas” de Nova York e inclusive cita o saudoso guitarrista. Lana disse que ele havia aceitado participar da canção então ela viajou até Nova York, mas chegou lá às 07 da manhã do dia 27 de Outubro de 2013, “dois minutos antes dele morrer.”

Você pode ler a entrevista na íntegra clicando aqui.

Born To Die

Vale lembrar que o último disco de estúdio de Lana Del Rey se chama Born To Die, ou “Nascida para Morrer.”

 
Compartilhar