Assista ao novo clipe de Bruno Chelles, Camila Zasoul e Natalhão!  

imagine-dragons-lollapalooza-brasil

Fotos: I Hate Flash / Lollapalooza Brasil

O Imagine Dragons chegou ao Lollapalooza Brasil credenciado por um dos maiores hits do último ano, a canção “Radioactive”.

Logo de cara, porém, o grupo de Las Vegas deixou bem claro que é muito mais do que uma música tanto pela presença de palco e execução de suas canções quanto pela recepção do público, que cantava simplesmente todas as músicas como se não houvesse amanhã.

Acorde após acorde, nota após nota e palavra após palavra, não teve quem não se contagiasse com a banda que é muito competente tecnicamente e sabe bem fazer grandes canções, misturando rock alternativo com rock para grandes arenas.

Em um show dançante e com o jogo ganho, o vocalista da banda Dan Reynolds conversou bastante com a plateia e mostrou-se maravilhado com o Brasil. Chegou a dizer, inclusive, que seu pai havia se apaixonado pelo país e falado para ele, quando ficou sabendo que o filho tocaria aqui, que aqui estão as pessoas mais humildes, adoráveis e “quentes” do mundo todo.

Em sons como “It’s Time” e “Demons”, a plateia foi praticamente o backing vocal, e em um raro caso onde a cover empolgou menos que as originais, a banda homenageou “uma de suas bandas favoritas em todos os tempos,” o Blur, com versão para a clássica “Song 2”.

Entre uma música e outra, Reynolds anunciou que esse seria o último show da banda em um bom tempo, e que não havia melhor lugar no mundo para fazê-lo, também elogiando o clima de São Paulo e dizendo que gostaria que Las Vegas fosse daquele jeito, antes de convidar todos os presentes para irem à cidade da perdição com eles.

Se o “último show da banda” antes de começar as gravações de seu novo disco acabasse por aqui, seus milhares de fãs provavelmente se dariam por satisfeitos, mas ainda faltava o hit, e “Radioactive” veio como uma bomba ao Autódromo de Interlagos.

Um espetáculo pop/rock bastante interessante para encerrar a tarde e começar a noite do Lolla 2014 em grande estilo.

O lado negativo ficou pelo som do Palco Ônix, que aparentemente não foi alinhado para acompanhar o “morro” onde a plateia estava situada em frente a ele. Se por um lado a vista era ótima, pois parecia um teatro, de certo ponto para trás era difícil ouvir a banda tocando, o que possivelmente será corrigido para as próximas performances.

  1. Fallen
  2. Tiptoe
  3. Hear Me
  4. It’s Time
  5. Amsterdam
  6. Rocks
  7. Song 2 (Blur)
  8. Cha-Ching (Till We Grow Older)
  9. Demons
  10. Bleeding Out
  11. On Top of the World
  12. The River
  13. Radioactive

imagine-dragons-lolla

imagine-dragons-lollapalooza-brasil-bandeira

Resenhas

julian-casablancas-lollapalooza-brasil

Veja outras resenhas do Lollapalooza Brasil 2014 clicando aqui.