As Bandas da Copa do Mundo - Grupo D

Uruguai

A música uruguaia compartilha as origens com a argentina e tem no Tango e no Candombé estilos marcante entre suas referências. Ambos foram inclusive eleitos pela UNESCO como Patrimônio Cultural Intangível da Humanidade. Além deles, a música uruguaia conta com a Murga, uma espécie de teatro musical e a Milonga, um violão folk e canções decorrentes das tradições espanholas, como ritmos conectados com sua história. 

No pop e no rock, o Uruguai começou a recrutar representantes nos anos 1960, assim como diversos países latino-americanos e de outros continentes. Uma onda de bandas apareceu em Montevideú, incluindo nomes como Los Shakers, Los Iracundos Los Malditos, também responsáveis pelo que foi mais tarde chamado de “Invasão Uruguaia” na Argentina. Atualmente, uma série de bandas faz a história do Uruguai ser mais rock’n’roll e nós separamos três desses representantes para você conhecer / relembrar.

El Cuarteto de Nos

El-Cuarteto-de-Nos

El Cuarteto de Nos é uma banda de rock alternativo e rap rock que surgiu em 1980 no Uruguai e coleciona títulos e histórias para contar em seu país e ao redor do mundo. Com 14 discos lançados, Roberto Musso no vocal e na guitarra, Santiago Tavella no baixo e nos vocais, Álvaro Pintos na bateria e vocais, Gustavo Antuña na guitarra e Santiago Marrero no teclado, a banda inclusive tem um de seus sons, “Ya No Se O Que Hacér Conmigo”, de seu álbum Raro, de 2006, regravado pelo grupo paulista Vespas Mandarinas, em seu mais recente disco, Animal Nacional, lançado no ano passado. 

Para saber mais sobre o El Cuarteto de Nos, acesse o site oficial da banda.

Motosierra

Outra banda de Montevidéu, o Motosierra, foi formada em 1999 e, infelizmente, encerrou sua carreira ao completar 10 anos. O rock pesado do quarteto de Marcos Fernández no vocal,  Álvaro Crespo na bateria, Luis Machado na guitarra e Leonardo Bianco no baixo ficou famoso em todo o Uruguai e em alguns países da América Latina, inclusive aqui no Brasil, graças à parceria com o Forgotten Boys, em 2004.

Tudo começou quando a banda fez uma pequena turnê brasileira, passando por cidades como São PauloRio de Janeiro Porto Alegre. Em uma dessas ocasiões, os caras conheceram o Forgotten Boys e daí para gravar o split em parceria com eles foi um pulo! Ouça o registro abaixo:

Daniel Drexler

Daniel_Drexler

O cantor e compositor Daniel Drexler é outro exemplo da música uruguaia, mas tem uma veia mais pop. Ele, que é médico de formação, já tem 5 discos na mala e coleciona premiações, tem um trabalho que mistura o pop com influência de gêneros folclóricos como a milonga pampeana, o candombé, a chamarrita e a murga montevideana.

Drexler está trabalhando no lançamento de seu quinto-trabalho, Mar Abierto, que foi lançado inclusive aqui no Brasil, em uma edição especial, via financiamento coletivo.  Confira no vídeo abaixo um pouquinho do trabalho do moço e acesse o site oficial dele.

NOTÍCIAS MAIS QUENTES no RESUMO DA SEMANA

Fique por dentro das notícias mais quentes do mundo da música, bem como dos lançamentos nacionais, ouvindo o Resumo da Semana, programa do Podcast Tenho Mais Discos Que Amigos!