Morre, aos 80 anos, o compositor italiano Claudio Abbado
 

Morre, aos 80 anos, o compositor italiano Claudio Abbado

Faleceu nesta segunda-feira, 20 de Janeiro, o maestro italiano Claudio Abbado, aos 80 anos, após uma luta contra um câncer de estômago há mais de 10 anos. Os concertos que o músico faria no segundo semestre desse ano tiveram que ser desmarcados por conta da doença.

Abbado esteve bastante próximo de movimentos culturais de esquerda no período pós-Guerra, junto ao diretor cênico Giorgio Strehler, falecido em 1997. Ele foi diretor musical do Teatro Scala entre os anos de 1968 e 1986, e da Filarmônica de Berlin até 2007. Além disso, ainda foi o principal regente da Sinfônica de Londres entre 1979 e 1988, e diretor da Ópera Estatal de Viena entre 1986 e 1991.

Em 2000, Abbado passou pelo Brasil com a Filarmônica de Berlin, convidado pelo Mozarteum brasileiro. No mesmo período o músico fez uma série especial das sinfonias de Mozart no Teatro Municipal de São Paulo.

Claudio Abbado chegou a reger as orquestras mais importantes da Europa e dos Estados Unidos. Entre suas principais leituras estão as de Mahler, Bruckner, Beethoven, Brahms, Schubert e Tchaikovsky. Em 2010, dirigiu a Orquestra Juvenil Simón Bolívar, na Venezuela, e impulsionou e apadrinhou o jovem diretor venezuelano Gustavo Dudamel.

Ouça o novo álbum do Melim!