Bart Simpson pede desculpas ao Judas Priest

Como você viu aqui no Tenho Mais Discos Que Amigos!, o Judas Priest se apresentou recentemente em uma das séries animadas mais conhecidas do mundo, Os Simpsons, como parte de um episódio sobre pirataria.

Nele, Homer Simpson é acusado de roubar músicas ilegalmente e a sua família procura abrigo em um consulado da Suécia.

Lá, agentes do FBI dizem que o único jeito de fazer com que os Simpsons saíssem do prédio era “tocar death metal”, logo antes do Judas Priest aparecer tocando uma versão do clássico “Breaking The Law”.

Acontece que todo mundo sabe que o Judas Priest não é uma banda de death metal, e após muita controvérsia nas redes sociais, os autores do desenho se desculparam “oficialmente” utilizando a famosa cena de abertura do seriado e fazendo com que Bart Simpson escrevesse várias vezes no quadro negro: “O Judas Priest não é uma banda de Death Metal.”

 

 
 
Compartilhar