KORN

korn-monsters

Os reis do new metal estão de volta, e desta vez com gás extra, o guitarrista Brian “Head” Welch está integrado novamente ao grupo e um novo disco acaba de chegar as lojas, The Paradigm Shift, o décimo primeiro trabalho de estúdio.

Como já era de se esperar a música de abertura foi “Blind”, primeiro sucesso da banda, que levou o público ao delírio desde o primeiro estalar de pratos do baterista Ray Luzier. Início promissor que se manteve com as clássicas “Twist” e “Falling Away From Me”.

O problema veio a seguir, pois a banda optou por tocar músicas mais novas como “Love And Meth” e “Narcissistic Cannibal”, o que acabou esfriando um pouco o público e fez com que o vocalista Jonathan Davis questionasse por algumas vezes o motivo de tanta calmaria. O fato é que o quinteto não conseguiu mais empolgar os fãs até que a grande surpresa aconteceu. Os integrantes deixaram o palco por alguns instantes e voltaram inesperadamente acompanhados por Andreas Kisser e Derrick Green, membros do Sepultura, e mandaram o hino dos metaleiros brasileiros “Roots Bloody Roots”, momento  histórico para muitos dos ali presentes.

O clima mudou e o KoRn encerrou o show em alto nível com com os sucessos “Got The Life” e “Freak On A Leash”. Outro ponto negativo foi a má qualidade do som, por muitas vezes era possível observar Head reclamando das caixas de retorno e o som de sua guitarra realmente não parecia estar bem regulado para quem assistia.

Confira o repertório:

01 – Blind
02 – Twist
03 – Falling Away From Me
04 – Love And Meth
05 – Narcissistic Cannibal
06 – Coming Undone
07 – Shoots And Ladders/Somebody Someone
08 – Never Never
09 – Here To Stay
10 – Y’all Want A Single
11 – Roots Bloody Roots (cover do Sepultura com Andreas Kisser e Derrick Green)
12 – Got The Life
13 – Freak On A Leash

Ouça o novo álbum do Melim!