GOJIRA

gojira-show

O quarteto francês Gojira foi a primeira atração internacional do Monsters e subiu ao palco pontualmente às 14h20, conforme previsto. E para quem achava que a banda não empolgaria por não ser conhecida do grande público, se enganou feio, o público conferiu atentamente ao repertório do grupo e respondeu positivamente aplaudindo muito entre as músicas e entoando o coro “Gojira, Gojira”.

O set-list foi curto porém certeiro, apenas 45 minutos e 8 músicas tocadas de maneira impecável. O carismático vocalista Joe Duplantier fez questão de lembrar por várias vezes o quão prazeroso era estar tocando no Brasil e foi ovacionado quando dedicou a música “The Heaviest Matter of the Universe” a uma de suas grande influências, a banda brasileira Sepultura. Alguns mais desatentos até se empolgaram achando que o músico havia anunciado a cover de “Sympton of the Universe”, do Sabbath (e que já foi gravada pelo Sepultura), que claro, não foi o caso. Vale ressaltar que o Sepultura foi um dos destaques do dia mesmo não sendo uma das atrações, isso você entenderá mais adiante.

O repertório passeou pela discografia do grupo, tendo por maioria faixas do último trabalho como “Explosia” e o poderoso som que dá título ao disco “L’Enfant Sauvage”.

Confira o repertório completo do show:

01 – Explosia
02 – The Axe
03 – Backbone
04 – The Heaviest Matter of Universe
05 – Love
06 – L’Enfant Sauvage
07 – Flying Whales
08 – Toxic Garbage Island

Ouça o novo álbum do Melim!