Mark Hoppus no +44

Em 2005, enquanto o blink-182 estava em hiato, o baixista e o baterista da banda, Mark Hoppus e Travis Barker respectivamente, montaram um projeto paralelo chamado +44.

Em 2006 veio o primeiro, e até então único disco de estúdio do grupo, When Your Heart Stops Beating, e o bom recebimento do trabalho por público e crítica faz com que os integrantes da banda sempre sejam questionados a respeito de seu futuro, já que um hiato indefinido foi declarado em 2009.

Recentemente durante entrevista para o site AbsolutePunk, Hoppus falou a respeito do projeto, principalmente sobre a volta do contato com o guitarrista Shane Gallagher, responsável por boa parte dos instrumentais do quarteto:

Eu tenho um lugar especial em meu coração para o disco do +44. Eu tenho muito orgulho desse álbum. Tenho orgulho do trabalho que realizamos. Eu gosto de ouvir o disco. Eu acho que cada música tem sua própria força. Eu realmente coloco esse álbum em um lugar especial. Eu adoraria gravar mais coisas do +44. Na verdade, Travis e eu acabamos de nos encontrar com Shane nessa última turnê e conversamos com ele. Ele disse que tinha algumas ideias para músicas que gostaria de mostrar para Travis. Não sei se isso vai levar a um novo álbum, mas eu adoraria manter essa oportunidade aberta para o futuro, apesar de não ter planos imediatos a respeito.

O +44 chegou a realizar grandes turnês onde tocava músicas do disco e também do blink-182. Em alguns dos shows, o baterista Travis Barker se viu obrigado a tocar com uma mão só, devido a um problema no braço, como é possível ver no vídeo abaixo.

Fonte: Dying Scene

blink-182

Enquanto isso o blink-182 está se preparando para entrar em estúdio e gravar o sucessor de Neighborhoods, de 2011.

De acordo com o próprio Hoppus, a ideia é fazer com que o disco tenha uma sonoridade mais rápida e pesada do que o seu antecessor, e o trio está de olho em produtores do pop ao hip-hop para o disco.

Você pode ler mais a respeito clicando aqui.

 
 
Compartilhar