Ontem nós publicamos aqui o teaser do próximo episódio da série TMDQA! Apresenta, que traz a banda parananese Esperanza.

Talvez você não conheça os caras por esse nome, mas há três anos eles lançaram um disco de estúdio chamado Sabonetes, que também batizava a banda, e em 2013 resolveram tomar novos rumos ao adotarem o novo batismo.

Eles não foram os primeiros e provavelmente não serão os últimos e na sequência você pode conferir uma lista que fizemos com 20 bandas que por diversos motivos como direitos legais, sugestões de amigos e até conversões religiosas, mudaram de nome durante a carreira.

Clique nos botões “Anterior” e “Próximo” ou navegue pelas setas do teclado.

 

Sabonetes

Esperanza

tmdqa-apresenta-esperanza

Há três anos, o Sabonetes lançou um disco homônimo e caiu nas graças dos fãs de indie/rock alternativo do país.

Os caras fizeram dezenas de shows, participaram de coletâneas, tornaram-se nome conhecido na cena e fizeram bom uso do sucesso do seu disco de estreia.

Agora, em uma nova fase tanto de som, quanto de letras, resolveram adotar o nome Esperanza, utilizado também para o seu segundo disco.

Sweet Children

Green Day

green-day-sweet-children

Era 1987 e Billie Joe Armstrong e Mike Dirnt tinham apenas 15 anos de idade quando formaram uma banda chamada Sweet Children.

Tocando uma mistura de rock alternativo com pop-punk, os caras logo chamaram a atenção de Larry Livermore, dono da Lookout! Records, que os contratou para o lançamento de um EP.

O trabalho em questão se chamou 1,000 Hours e pouco antes do seu lançamento, Larry aconselhou os meninos a mudarem de nome devido a outro grupo local chamado Sweet Baby, que poderia ser confundido com o trio.

Como eram fãs de maconha, os caras resolveram adotar o nome Green Day.

Uma música chamada “Sweet Children” batizou um EP lançado em 1990 e as suas quatro faixas aparecem como bônus no disco Kerplunk!, de 1992.

blink

blink-182

blink - Cheshire Cat

Outro trio californiano que toca pop-punk também mudou de nome, mas dessa vez por questões legais.

O blink-182 nasceu como blink em 1992 (depois de testar nomes como Duck Tape e Figure 8) com a ideia de retratar o seu som, já que uma “piscada” seria tão rápido quanto os punk rocks do grupo.

Com esse nome o grupo lançou um disco de estúdio chamado Cheshire Cat e a demo Buddha, além de outras demos caseiras anteriores.

Depois de alcançar um certo sucesso com o primeiro álbum, um grupo Irlandês chamado Blink ficou sabendo da banda e entrou em contato, sinalizando a sua existência e dizendo que tinha a intenção de continuar com o nome. Para não entrar em longas batalhas judiciais, Mark Hoppus, Tom DeLonge e o então baterista Scott Raynor adicionaram o número 182 ao nome e iniciaram ali uma série de lendas sobre qual seria o seu significado.

Heffer

Reffer

Heffer - Really?

O Reffer foi um dos grupos mais importantes e influentes do hardcore melódico brasileiro.

Formada na metade dos Anos 90, a banda chamou a atenção de muita gente e criou clássicos do underground como “Water”, presente em um disco de estúdio chamado Interference.

Com seu lançamento o grupo foi ganhando um status de cult, o que se potencializou ainda mais após o fim repentino da banda.

De lá pra cá rolaram algumas reuniões e a nostalgia em relação ao Reffer e o início dos anos 2000 no Brasil é imensa, mas para quem conheceu o Heffer através de suas demos, é maior ainda.

Mookie Blaylock

Pearl Jam

Pearl Jam

O Pearl Jam fez seu primeiro show em 1990, quando ainda se chamava Mookie Blaylock, nome de um jogador de basquete que atuou na NBA por 13 anos em três times: New Jersey Nets, Atlanta Hawks e Golden State Warriors.

Obviamente utilizar o nome de uma pessoa não iria dar muito certo, e assim que assinou com a gravadora Epic após o lançamento de uma demo, o grupo ganhou seu nome definitivo.

Eddie Vedder chegou a dizer que o nome tinha a ver com uma geleia (“jam”), feita por sua avó, que se chamava Pearl. Anos depois ele mesmo desmentiu a história e Jeff Ament e Mike McCready disseram que na verdade estavam com o nome “Pearl” e um dia foram a um show do Neil Young. Suas “jams” de 20 minutos foram então incorporadas.

Hybrid Theory

Linkin Park

Hybrid Theory EP (Linkin Park)

O Linkin Park já passou por algumas mudanças de nome em sua carreira.

Originalmente o grupo, formado por Mike Shinoda, Rob Bourdon, Brad Delson, Joe Hahn, Dave Farrell e Mark Wakefield tocaram e chegaram a gravar demos caseiras com o nome de Xero.

A banda não deu certo e Wakefield e Farrell abandonaram o barco, o que resultou no recrutamento do vocalista Chester Bennington.

Com o grupo reformado, um novo nome veio através de Hybrid Theory, com o qual lançaram inclusive um EP de 6 faixas, homônimo, em 1999.

Uma banda chamada Hybrid entrou em contato com os caras e para evitar problemas, um novo nome foi imaginado, chegando então a Lincoln Park, uma homenagem ao parque de mesmo nome na cidade de Santa Monica, Califórnia. Acontece que o domínio de Internet lincolnpark.com não estava disponível e então a banda resolveu mudar a grafia de Lincoln para “Linkin”, o que acabou ficando até os dias de hoje.

Como forma de não se esquecer das origens, o grupo batizou seu mega bem sucedido disco de estreia como Hybrid Theory, e o resto é história.

http://www.youtube.com/watch?v=lmAA2I-6t5o

Prince

prince-logo

O cantor Prince já teve diversos nomes durante toda a sua carreira.

Baseado em problemas legais ou para diferenciar seus diversos projetos, o cara já atendeu por Jamie Starr, Alexander Nevermind, Joey Coco, The Artist Formerly Known As Prince e até mesmo um símbolo, que acabou ficando conhecido como “Símbolo do Amor”.

J. Quest

Jota Quest

J. Quest (Jota Quest)

O nome do grupo mineiro de pop-rock veio como inspiração no desenho Jonny Quest, e originalmente era escrito como J. Quest, utilizado também para batizar o primeiro disco da banda, de 1996.

Dois anos depois, para evitar problemas legais com os criadores do cartoon, os caras adotaram a versão “aportuguesada”, do nome, e lançaram o disco De Volta Ao Planeta já como Jota Quest.

Santogold

Santigold

Santigold

A cantora/rapper/produtora Santi White começou as atividades como vocalista da banda punk Stiffed, que lançou discos em 2003 e 2005, ambos produzidos por Darryl Jenifer, do Bad Brains.

Em 2008 ela lançou um disco solo chamado Santogold, novo nome que havia adotado para a sua carreira solo, mas logo mudou de nome para Santigold em 2009 com o objetivo de evitar problemas legais com o diretor Santo Victor Rigatuso, que havia lançado um filme chamado “Santo Gold’s Blood Circus”.

Cat Stevens

Yusuf Islam

Yusuf Islam (Cat Stevens) anuncia shows no Brasil

O cantor Inglês Cat Stevens tinha uma carreira de sucesso e 9 álbuns em 1976 quando, durante uma viagem ao Marrocos, se encantou com rituais islâmicos chamados de “música para Deus.”

Naquele ano, o cara levou um susto quando quase se afogou no mar em Malibu, na Califórnia, e disse que gritou por Deus para que salvasse a sua vida. Segundo o cara, após dizer “Deus, se você me salvar, irei trabalhar para você”, uma onda o levou direto para a praia e o salvou.

Em Dezembro de 1977 ele se converteu para o Islamismo e um ano depois adotou um novo nome, Yusuf Islam, que mantém até hoje.

Criolo Doido

Criolo

Criolo no LupaLuna 2012

Kleber Cavalcante Gomes é um rapper brasileiro de 38 anos de idade que extrapolou os limites do estilo nos últimos anos devido ao sucesso do seu ótimo disco de estúdio mais recente, Nó Na Orelha.

Acontece que, obviamente, seu nome completo não seria uma boa para a carreira, e ele usa mesmo é o apelido de Criolo, mas esse só começou a ser utilizado há pouco tempo.

Até antes do lançamento do álbum, o cara era conhecido como Criolo Doido, e lançou disco e DVD com esse apelido, que lhe deu notoriedade na cena do hip hop nacional, principalmente por sua participação na chamada “Rinha de MC’s”.

Devotos do Ódio

Devotos

Devotos (Devotos do Ódio)

Quem também adotou a tática de remover uma parte do nome foi o pessoal do Devotos, banda punk de Pernambuco que nasceu e ficou conhecida como Devotos do Ódio.

Titãs do Iê-Iê

Titãs

Titãs (Titãs do Iê-Iê)

Mais uma vez uma banda brasileira resolve cortar um pedaço do seu nome e dessa vez estamos falando de um dos maiores nomes da história da nossa música.

O Titãs nasceu como Titãs do Iê-Iê mas antes mesmo de lançar seu primeiro disco resolveu ficar só com a primeira palavra porque a maioria dos apresentadores, críticos, e possíveis fãs da banda chamavam o grupo de Titãs do “Iê-Iê-Iê”, o que irritava a banda e prejudicava a sua divulgação.

Kid Abelha e os Abóboras Selvagens

Kid Abelha

Kid Abelha e os Abóboras Selvagens

Os exemplos são vários e o Kid Abelha foi mais um dos grupos dos anos 80 que resolveu encurtar o seu nome. Ainda bem.

Gamma Ray

Queens Of The Stone Age

Queens of the Stone Age-cover-2011-reissue

 

Uma das bandas mais importantes dos últimos anos e mais comentadas de 2013 poderia ter outro nome.

Quando Josh Homme resolveu montar uma banda após a sua saída do Kyuss, ele tinha como objetivo batizá-la de Gamma Ray, e chegou a levar o nome adiante.

Ele só parecia estar ignorando uma banda alemã de metal que já estava na estrada desde 1989.

Obviamente os europeus não tinham a mínima intenção de compartilhar seu nome e deixaram isso claro a Homme e seus comparsas do deserto.

Assim, antes mesmo do primeiro disco, o Gamma Ray resolveu adotar o nome Queens Of The Stone Age, segundo Nick Oliveri, por que era uma piada que o produtor Chris Goss fazia com os caras desde os tempos de Kyuss, quando os chamava de “rainhas da idade da pedra”.

Os Bruxos

Os Mutantes

Os Mutantes

Um dos grupos brasileiros mais influentes de todos os tempos tinha outro nome até começar a aparecer para o país, e depois para o mundo, na televisão.

Os Mutantes se chamavam Os Bruxos, até que foram ao programa de televisão de Ronnie Von na TV Record, “O Pequeno Mundo de Ronnie Von”, e receberam uma sugestão do cara de mudarem seu nome para Mutantes, já que ele estava lendo o livro O Império dos Mutantes, de Stefan Wul.

Significa.

http://www.youtube.com/watch?v=WXkqHIfZ_78

Nativus

Natiruts

Nativus

A banda de reggae de Brasília Natiruts pode ter consolidado esse nome nos últimos anos, mas surgiu para o mundo como Nativus, nome que também utilizou para seu primeiro disco de estúdio, lançado em 1996.

Nele estavam as canções “Presente de um Beija-flor” e “Liberdade pra Dentro da Cabeça”, que estouraram no país inteiro e chamaram a atenção não apenas das grandes gravadoras e do público, mas também de uma outra banda tradicionalista gaúcha chamada Os Nativos.

Para evitarem maiores problemas, Alexandre Carlo e companhia mudaram o nome da banda para Natiruts e tudo ficou certo.

Blind Pigs

Porcos Cegos

Blind Pigs

porcos-cegos-herois-ou-rebeldes

O Blind Pigs, um dos maiores nomes da história do punk brasileiro, atendeu pelo nome em Inglês durante boa parte de sua carreira, quando em 2006 resolveu lançar um disco só de músicas em Português chamado Heróis ou Rebeldes e adotou a tradução do seu nome, Porcos Cegos.

Esse ano, porém, a banda voltou a lançar um disco chamado Capitânia e voltou a utilizar o nome original tanto para o lançamento quanto para uma turnê com casas lotadas por vários lugares do país.