Nirvana e Steve Albini em Chicago

Steve Albini foi o responsável por produzir o último disco de estúdio do Nirvana, In Utero, que está ganhando uma edição especial de aniversário em 2013.

Em entrevista recente ao Kreative Kontrol, o cara falou sobre as pessoas da gravadora do Nirvana que xingaram o disco, muito em função do sucesso estrondoso de seu antecessor, Nevermind, e a mudança de estilo adotada pelo grupo no álbum:

Todas as pessoas que estavam criticando a banda de fora dizendo que o disco era um erro, isso representava exatamente o que eles queriam fazer com a sua música… essas pessoas eram parasitas. Eles não se envolveram no processo de criação do álbum. Eles querem, de uma forma ou outra, dizer que têm autoria nas criações de outras pessoas que estão fazendo o trabalho pesado por sua carreira. Eu não tenho respeito nenhum por alguém assim, que não está envolvido no processo criativo mas aí decide que quer dar uma opinião de fora e manipular as pessoas a realizarem coisas em que elas levem vantagem. Fodam-se todas essas pessoas.

 

Nirvana e Dave Grohl

Nirvana - Heart Shaped Box

Na mesma entrevista, Albini ainda fala sobre a música “Marigold”, de Dave Grohl, que acabou não entrando no disco mas virou b-side do single de “Heart Shaped Box” e foi gravada pelo Foo Fighters no disco ao vivo Skin And Bones:

A banda Nirvana percebeu que não iria trabalhar nela como uma música, mas Dave ainda queria gravá-la. Aí Bob Weston e Dave trabalharam nela sempre que havia um tempo livre. Ela foi pensada como uma música do Nirvana, ou como sendo parte do disco do Nirvana. Quando vimos que isso não iria acontecer, Dave ainda queria trabalhar em cima.

Não houve nenhuma questão política sobre a música não entrar no disco, é só que a banda tinha muito material. Para um disco apenas, muitas músicas foram gravadas. As sessões estavam andando e ainda assim eles encontravam tempo para gravar muita coisa que não entrou no disco.

Courtney Love

Por fim, Steve foi questionado sobre a presença de Courtney Love no estúdio durante as sessões de In Utero e foi categórico:

Eu não tenho nada para falar dessa mulher. Eu nem quero pensar nessa mulher.

Fonte: Alternative Nation

   
Compartilhar