mae de layne staley processa o alice in chains

Na última segunda-feira (13), o jornal Seattle PI noticiou que Nancy Layne McCallum, mãe do falecido Layne Staley, está processando os integrantes remanescentes do Alice In Chains.

A sra. McCallum alega que a banda lhe deve metade do dinheiro referente aos royalties do ex-vocalista, cerca de 16% dos lucros do Alice In Chains, além de tentar excluí-la de pagamentos futuros. Segundo representantes da banda, Nancy está usando o nome do grupo de forma indevida, mas ainda assim recebeu aquilo que deveria, e o Alice In Chains continuará repassando os direitos autorais das músicas que Staley escreveu, mas que a banda não concorda que Nancy deva participar de decisões futuras do grupo.

Staley, que foi encontrado morto em 2002 devido a uma overdose, foi quem inventou o nome Alice In Chains e chegou a se apresentar com uma banda chamada Alice N’ Chains antes da formação da banda. Em uma entrevista um pouco antes de sua morte, o vocalista contou de onde veio a idéa do nome: ”Basicamente é a história de um bando de bêbados que queriam montar uma banda de death metal e se fantasiavam. A banda não deu certo, então eu fiquei com o nome.”

Fonte: GrungeReport

Alice In Chains depois de Layne Staley

Em 2009, Jerry Cantrell, Sean Kinney e Mike Inez recrutaram o vocalista William DuVall e lançaram Black Gives Way to Blue, primeiro disco de inéditas da banda em 14 anos. O álbum foi bem recebido pelo público e crítica, e desde então a banda segue firme e forte.

O novo trabalho do grupo, The Devil Put Dinosaurs Here será lançado no dia 28 de Maio e já está em pré-venda. Algumas músicas já foram apresentadas ao vivo, e o primeiro single ‘‘Stone” já ganhou videoclipe.

Em setembro o Alice In Chains desembarca por aqui para participar do Rock In Rio. Eles se apresentam no palco Mundo no dia 19, junto com Metallica, Sepultura, Ghost BC e outros nomes do metal.

TMDQA! SPOTLIGHT: assine a Newsletter oficial e gratuita do TMDQA! agora mesmo

Lançamentos da semana, Charts, textos exclusivos e muito mais: assine agora mesmo clicando aqui ou inserindo seu e-mail na caixa abaixo.